Dados do Ministério da Saúde mostram que a cidade do Rio apresenta os maiores índices de vacinação com a segunda dose da Covid entre as capitais brasileiras. Com 13,6% da população total imunizada, a Capital Fluminense tem números superiores a outras cidades como São Paulo (10,3%) e à média nacional (12%). Ao lado de Recife, o Rio é a segunda capital que mais vacinou, dentre as dez maiores do país, atrás apenas de Belo Horizonte (14,1%). A informação foi primeiramente publicada no jornal O Globo.

O município do Rio também aparece levemente mais avançado no cronograma de imunização: enquanto São Paulo ainda vacina pessoas com comorbidades com mais de 40 anos e Belo Horizonte sequer abriu campanha para pessoas fora dos grupos prioritários, o Rio iniciou a vacinação da ampla população, seguindo critério de idade, nesta segunda-feira (31/05), começando por mulheres de 59 anos.

Diante da imunização gradativa de faixas etárias com maior contingente, a prefeitura informou que mudará os locais de vacinação, aos poucos, considerando o perfil de idade nos bairros da cidade, segundo o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz.

A nossa previsão de vacinar toda a população maior de 18 anos até outubro é bem conservadora, baseada na distribuição nacional de 40 milhões de doses por mês pelo Ministério da Saúde, que é a média dos últimos meses. Com expectativa de ampliação para 50 milhões de doses por mês, temos a possibilidade de acelerar esse calendário. Vamos mudar alguns pontos de vacinação, de acordo com o perfil de cada idade. Durante a vacinação de idosos, por exemplo, tivemos que manter uma quantidade grande de pontos em Copacabana e na grande Tijuca. Vamos diminuir a quantidade nesses locais e abrir em outros, conforme os grupos de idade mudarem“, explica.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui