Alexandre dos Santos, de 49 anos, da casa Diogo Carneiro de Lima, em Campo Grande, sendo vacinado contra a Covid-19 em janeiro - Foto: Divulgação/Secretaria da Pessoa com Deficiência

O munícipio do Rio de Janeiro ultrapassou nesta quinta-feira, (08/04) os 1 milhão de cariocas vacinados contra a Covid-19 com a primeira dose. O número representa 14,8% de toda a população e 68% das pessoas acima de 60 anos. Com a segunda dose foram 283.868 cariocas, ao todo mais de 1,2 milhões de doses foram aplicadas na cidade.

A prefeitura informou que cidade segue o Plano Nacional de Imunização e realiza a vacinação de acordo com o recebimento das doses pelo governo estadual, que por sua vez, recebe os imunizantes do governo federal. Assim que as vacinas chegam ao poder da Prefeitura, é iniciada a distribuição a todos os pontos de vacinação, como postos de saúde, pontos drive-thru, e a aplicação é imediata, obedecendo o calendário divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Internações e óbitos de idosos acima de 80 anos caem no RJ após vacinação

Nesta quinta-feira (08/04), o Governo do Estado informou que, entre janeiro e março deste ano, as internações e os óbitos de idosos acima de 80 anos diminuíram. Segundo o levantamento da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS), da Secretaria de Estado de Saúde (SES), as reduções relativas ao período chegam a 49% nas internações e a 44% nos óbitos decorrentes de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de pacientes acima de 90 anos.

Já em relação a idosos com mais de 80 anos, as quedas são de 22% para mortes e 33% para hospitalização. A comparação foi feita entre os meses de janeiro e março, considerando as semanas epidemiológicas 01 a 04 (03 a 30/01), e 09 a 12 (28/02 a 27/03). A principal hipótese é que o início da vacinação para essa faixa etária tenha causado a redução.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui