Autor André Delacerda.

Floresta da Tijuca e Bico do Papagaio por Piesse Belt O Rio de Janeiro deve ser a cidade brasileira que possui maior quantidade de parques e reservas ambientais do país. Pode até ser do mundo, uma coisa a se pesquisar. Na sua maioria, estes parque e reservas são remanescentes da Mata Atlântica, que é considerada a floresta com maior biodiversidade por metro quadrado do planeta, muito superior a Floresta Amazônica. É uma sorte termos toda essa riqueza de ecossistemas, que se estendem também a vegetação de restinga. Uma curiosidade é que os grandes parques ecológicos do Rio, e que possuem grandes extensões de floresta estão na Zona Oeste da cidade. A cidade ainda possui a maior floresta urbana replantada do planeta e a maior floresta urbana remanescente. Isso tudo nos traz uma qualidade de vida, que muitas cidades tomadas pelo concreto não possuem.

Escolhi alguns dos mais importantes parque e reservas que a cidade possui, sei que existem outros também, então vamos as jóias da coroa verde carioca:

Floresta da Tijuca – localizada no coração da cidade, a poucos minutos da maior parte dos bairros do Rio. É a maior floresta urbana do mundo replantada pelo homem, com cerca de 3.200 hectares. Mesclar centenas de espécies da fauna e da flora só encontradas na Mata Atlântica. A Floresta da Tijuca possui recantos e atrativos históricos que merecem ser visitados, como: a Cascatinha, a Capela Mayrink, o Mirante Excelsior, o Barracão, a Gruta Paulo e Virgínia, o Lago das Fadas, a Vista Chinesa e o Açude da Solidão. Não se pode esquecer que uma das 7 maravilhas do mundo moderno o Cristo Redentor, esta localizado no cume da montanha do Corcovado que faz parte da Floresta..

Pedra Branca – está localizado na Zona Oeste, na parte mais alta da cidade. Abriga a maior floresta urbana do mundo com nada menos que 12.500 hectares de extensão, sendo a maior unidade de conservação do município e possui grandes riquezas da fauna e da flora brasileiras. Nesta reserva ecológica, encontramos a pedra que da nome a parque com 1.025 metros, ponto culminante da cidade. O pico da Pedra Branca é o ponto mais isolado da cidade devido às poucas vias de acesso existentes e à densidade demográfica mais baixa em comparação aos bairros do Centro e Zona Sul.

Medanha – este parque também abriga uma das últimas reservas da Mata Atlântica do Município. Um levantamento realizado recentemente pela Secretaria do Meio Ambiente constatou a existência de espécies raras ameaçadas de extinção.

Sua área total está em fase de definição, mas deverá ocupar região total de 324 hectares. Sua delimitação parte do cruzamento da Estrada do Guandu do Sena com a do Boqueirão, em direção ao norte até as Serras do Gericinó e do Mendanha. Ao sul, eles se estendem até a Serra do Quitungo voltando a Estrada do Guandu. Suas árvores chegam a atingir 30 metros de altura e a temperatura média do Parque é de cerca de 30º C, mesmo nos dias mais quentes. Nesta região são encontradas as temperaturas mínimas da região. Uma curiosidade é a cratera de um vulcão extinto, que ficaria na Serrinha do Mandanha, em Campo Grande – Chaminé do Lamego -, e que foi descoberto em 1936.

Restinga da Marambaia – esta bela extensão de praias, esta localizada também na Zona Oeste, possui cerca de 79km², compreende a restinga propriamente dita e o Morro ou Ilha da Marambaia. Estende-se da Barra de Guaratiba a leste, até o Morro da Marambaia a oeste, e chega a distar 18km do bordo continental. A Restinga da Marambaia é área sob gerência da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro.

Chacrinha – é um parque ecológico localizado em meio a agitada e populosa Copacabana, a reserva possui 13,3 hectares e é uma das últimas áreas de Mata Atlântica no bairro de Copacabana. O parque é localizado na vertente sul do Morro de São João e se estende ao longo da Ladeira do Leme, desde a Praça Cardeal Arcoverde até o antigo pórtico do reduto do Leme, fortaleza que controlava o acesso de Copacabana a Botafogo.

Foto Floresta da Tijuca e Bico do Papagaio por Piesse Belt.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui