Jana Boušková, harpista principal da Orquestra Filarmônica Tcheca - Foto: Divulgação

Imaginem a volta ao mundo ao som de harpas e, no circuito dos instrumentos divinos, a cidade escolhida ser o Rio de Janeiro?! Um dos mais importantes eventos no circuito mundial da harpa é o XV RioHarpFestival, que sempre tem a tradição de ser realizado em maio, mas esse ano foi adiado por 3 meses. O festival tem agendados concertos de 01 a 31 de agosto, todos de forma virtual. Aliás, é um hábito que virou uma constante mundial no cotidiano das pessoas, que amam as artes, um mundo totalmente digital e tão familiar! Os concertos foram gravados e, naturalmente, editados com vídeos inéditos especialmente gravados para o evento.

O festival, há 15 anos ininterruptos, brinda a cidade do Rio de Janeiro como a capital mundial da harpa e está incluído no circuito internacional do instrumento, ao lado de importantes cidades de todos os continentes, o que é um ponto extremamente positivo para a capital fluminense.

Serão, ao todo, 62 concertos no Rio de Janeiro e 10 apresentações em São Paulo, com a participação de harpistas de 27 países, incluindo importantes brasileiros, além de concertos presenciais em Lisboa e Coimbra, em Portugal, e Poqueroles, na França, em setembro, com os espaços já liberados. O evento, que é patrocinado pela Eletrobrás, será todo transmitido pela Rádio Música no Museu e TV Brasil. Grandes estrelas do instrumento poderão ser vistas, como a tcheca Jana Bousková, a iraniana Navayemher Band, a belga Pia Salvia, o italiano Yerko Lorca, a tailandesa Kuan Yin, o holandês Thorwald Jorgensen e o grupo Les Alizes.

A coluna informa que, para assistir e ouvir o evento, além do site da Rádio Música no Museu, basta acessar o Facebook e o canal no YouTube do festival.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui