Entre outubro e novembro, o Rio de Janeiro, uma das capitais mundiais do graffiti, ganhou mais três murais de arte urbana em seu horizonte. É quando aconteceu a segunda edição do Rio Esporte Arte, iniciativa lançada nos jogos Rio 2016, época em que foram pintados cinco murais sobre esportes olímpicos. Desta vez, as obras serão feitas em empenas cegas de hospitais do INCA. Os artistas Lidia Viber, Mateu Velasco e Nicolau Mello escolheram os temas ciclismo e canoagem.

Pao-do-OuvidorCada vez mais, o Shopping Paço do Ouvidor se fortalece como ponto de encontro no Centro do Rio.
Passa no Paço.

É estimado o uso de aproximadamente 500 latas de spray e mais de 200 litros de tinta em todo o projeto. Lídia Viber fará a primeira pintura, de 232 metros quadrados, no Hospital do Câncer II (Rua Equador, 831 – Santo Cristo). Na sequência, Nicolau Mello pinta a empena de 378 metros quadrados do Hospital do Câncer I, que fica na Praça da Cruz Vermelha, 23 – Lapa. Finalizando o projeto, Mateu Velasco pinta outra empena do HCII.

Projeto cultural oferece três oficinas de arte urbana gratuitas

Em paralelo à pintura dos murais, o Rio Esporte Arte promove aulas gratuitas de graffiti, stencil e ilustração para 75 jovens, com João Burle Bives, Luis Otavio Madruga e Pandro Nobã. As oficinas de dois dias de duração, cada, têm como objetivo estimular a arte urbana e capacitar profissionais para o futuro, apresentando novas possibilidades de trabalho na área da cultura.

Os encontros acontecem no mês de outubro no Plantando o Amanhã, na sede da Rede Cruzada, no, no Shopping Nova América, em Del Castilho. O Plantando o Amanhã é o projeto social do centro comercial da Ancar Ivanhoe sob gestão da ONG Rede Cruzada. Ao todo, projeto já atendeu mais de 7 mil pessoas, entre crianças e adultos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui