Foto de : Daniel Gurjaof

O Índice de Progresso Social (IPS) serviu de base para um estudo da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro no intuito de o desenvolvimento humano dos cariocas nos últimos 5 anos. Os dados, analisados pelo Instituto Rio 21, mostram que não houve melhora na qualidade de vida dos residentes do município entre 2016 e 2020.

Considerando que o índice de progresso social geral varia de 0 a 100, e que 100 é a pontuação máxima, a nota do Rio se manteve razoável ao longo dos anos, por volta dos 60 pontos.

Índice de progresso social, por ano. Fonte: Prefeitura do Rio de Janeiro. Elaboração: Instituto Rio21

O cálculo do índice de progresso social é feito a partir de 3 dimensões: oportunidades, fundamentos do bem-estar e necessidades humanas básicas.

No caso das oportunidades, é levado em consideração o acesso à educação superior, direitos individuais, liberdades individuais, tolerância e inclusão. Já os fundamentos do bem-estar consistem no acesso ao conhecimento básico, acesso à informação, saúde e qualidade do meio ambiente. Por fim, a dimensão necessidades humanas básicas engloba a qualidade da água e saneamento, nutrição e cuidados médicos, acesso à moradia digna e segurança pessoal.

Os dados indicam que a categoria de oportunidades melhorou superficialmente desde 2016. Contudo, o ano de 2020 apresentou uma pontuação mais baixa que de 2018. Enquanto a nota aferida em 2016 foi de 53,20 pontos, em 2018 foi de 58,60, revelando um aumento de 5,4 pontos. Em sequência, em 2020 a pontuação foi de 56,62 pontos, uma redução de 1,98 pontos em relação ao ano de 2018.

Por sua vez, o indicador de fundamentos do bem-estar mostrou um comportamento diferente. Em comparação com 2016, o desempenho do indicador piorou ligeiramente em 2020. Em 2016, a pontuação do Rio na categoria fundamentos do bem-estar foi 53,28. Em contraste, em 2020 caiu para 51,63, uma queda de 1,65 pontos.

De modo semelhante, as necessidades humanas básicas também sofreram um leve declínio durante o período estudado. Entre 2016 e 2020 a redução foi de 1,71 pontos. Em 2016, o Rio recebeu a nota 75,84. Já em 2020, 74,13. Vale ressaltar que essa categoria é a mais bem avaliada das 3 que compõem o índice de progresso social.

Sendo assim, foi devido as pequenas variações das dimensões que o índice de progresso social se mante constante ao longo dos últimos 5 anos.

Indicadores de progresso social, por ano. Fonte: Prefeitura do Rio de Janeiro. Elaboração: Instituto Rio21

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui