Em 2019, a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro terá 5 novos membros. É que 5 vereadores alcançaram novos cargos na eleição de 2018, 2 viraram deputados federais, 2 deputados estaduais e 1 até vice-governador, e agora assumirão seus suplentes.



O PSC é o que terá a maior mudança, 2 dos seus 3 vereadores foram eleitos, Otoni de Paula será deputado federal em 2019 e Cláudio Castro é o vice-governador eleito. Assumirão Major Elitusalem Freitas, conhecido por polêmicas e defesa da política de confronto, ficou muito conhecido em 2015 quando vazou uma mensagem de whatsapp em que próximo de assumir o comando da UPP da Maré teria mandado mensagem no WhatsApp dizendo “Partiu Guerra“. Perdeu o comando da UPP, mas esse virou seu slogan e em 2016 teve 4497 votos. É ligado a família Bolsonaro, que tem Carlos Bolsonaro liderando seu partido na Câmara.

Fátima da Solidariedade

A outra suplente do PSC a assumir efetivamente uma cadeira no Pedro Ernesto, é Fátima da Solidariedade, que apesar do nome é do PSC mesmo. Moradora da Ilha do Governador, seu nome de urna vem de uma ONG que participa na Ilha e que une mães que perderam seus filhos. Ela teve 4.419 votos em 2016.

O Democratas que elegeu Carlo Caiado como deputado estadual, vai Matheus Floriano assumindo sua cadeira de edil ano que vem. Ele é filho do deputado federal Francisco Floriano (DEM), que não conseguiu se reeleger e ligado a Igreja Mundial do Poder de Deus, de Valdomiro Santiago. Em 2016 obteve 8620 votos.

Wellington Dias (PRB) que hoje ocupa a vaga deixada pelo secretário municipal Paulo Messina (PROS) torna-se titular da cadeira com a vitória de Val Ceasa (Patriotas) para deputado estadual. E Jimmy Pereira (PRB) assume temporariamente a cadeira vaga de Messina. Assim como Fátima, também é da Ilha, já foi subprefeito do bairro e foi candidato a vice-prefeito na chapa de Marcelo Crivella em 2006. Em 2016 obteve 9190 votos, esse ano tentou a cadeira de deputado federal e obteve 8181 votos.

Átila Nunes (MDB) ocupa a cadeira de Chiquinho Brazão (AVANTE) que conseguiu se eleger deputado federal. Foi ele que pediu o impeachment de Marcelo Crivella (PRB) após o Marciagate, mas como era suplente o dono da cadeira voltou a Câmara e ele voltou para casa. Em 2016 obteve 14.083 votos.

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns Fátima! O q é nosso o Pai faz chegar as nossas mãos de uma forma ou de outra. Estás no lugar q nós almejamos e de forma limpa e mais q merecida. Q.nosso Pai te conserve a sabedoria q vens tendo todos os estes anos em prol dos q realmente precisam. Q Deus te abençoe!

  2. É com grande alegria que vejo uma representante do povo, na câmara de
    vereadores, que se preocupa com os mais necessitados. Parabéns Fátima da Solidariedade!! Que Deus abençoe essa nova função!! Tenho certeza que fará um belo trabalho. Fazer o bem, sem olhar a quem!! Sempre!!!

  3. Que alegria termos uma pessoa sincera , honesta, com princípios morais rígidos, altruísta, lutando em prol dom bem estar do próximo!
    Fátima da Solidariedade, tenho certeza que será uma excelente representante da nossa Ilha do Governador e que muito fará por aqueles que precisam.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui