Rio de Janeiro terá shows gratuitos para celebrar Dia da Amazônia

Geraldo Azevedo e MC Kaoma são algumas das atrações no Rio

Geraldo Azevedo é uma das atrações

No Rio de Janeiro, nos Jardins do Museu de Arte Moderna (MAM), no Aterro do Flamengo, haverá um palco infantil com Farra de Brinquedos, Mundo Aflora e Dauá e apresentações – gratuitas – de Geraldo Azevedo, Slam Laje com MC Martina, Silvan Galvão e Carimbloco, Samba que Elas Querem, Felipe Cordeiro e Manoela Cordeiro, MetáMetá, Edgar, Nic Dias, BK’, VJ Carol Santana, DJ Gust e MC Kaoma. Serão 12 horas de agito: das 10h às 22h.

Pela primeira vez desde que a data foi instituída por lei, em 2007, o Dia da Amazônia, 5 de setembro, será celebrado em grande estilo em eventos culturais gratuitos por todo o país. Para marcar a data no calendário de brasileiras e brasileiros – a partir de agora anualmente -, oito cidades vão comandar a comemoração em 2022. Nomes como Gaby Amarantos, Geraldo Azevedo, BaianaSystem, BK’, MC Carol e MC Rapadura se apresentarão a partir de 3 de setembro nos Festivais Dia da Amazônia 2022. Os shows gratuitos vão homenagear o bioma Amazônico, que é centro das atenções mundiais tanto por seu papel vital na regulação do clima e na manutenção da vida de suas populações como pela escalada de ataques que têm comprometido sua integridade – de desmatamento e queimadas à violência crescente.

A mobilização pretende atrair públicos diversos com o objetivo de levar a mensagem de que a Amazônia, que ocupa 52% do território brasileiro, está em todo lugar, muito além de suas fronteiras, e merece ser comemorada. “Reverberar a força que vem das matas, ouvir a voz dos povos e fortalecer em coletivo defensores da floresta são eixos que movimentam os Festivais Dia da Amazônia. Nosso objetivo é reunir diversas pessoas, lugares, coletivos com festa, cura e amor”, afirma Deuza Brabo, produtora cultural e coordenadora do coletivo Reocupa, que faz parte das produções dos palcos.

Motivados pela importância que a sociedade brasileira enxerga na floresta, diversos movimentos e organizações socioambientais decidiram sair às ruas para comemorar o Dia da Amazônia como um alerta para o Brasil e o mundo sobre o que está acontecendo na região. O tema da comemoração é um dos centrais das eleições deste ano, e a mobilização nacional visa também reforçar o importante tema do desenvolvimento sustentável e preservação da floresta da Amazônia no centro do debate público, ampliando o alcance das informações sobre o abandono do bioma. Por exemplo, segundo dados do Ruralômetro divulgados recentemente, 68% da Câmara dos Deputados votaram contra o meio ambiente, indígenas e trabalhadores rurais na última legislatura.

Os Festivais Dia da Amazônia 2022 (http://festivaisdiadaamazonia.com.br/) são uma iniciativa das organizações socioambientais Reocupa, Namaloca, Psica, Negritar, Gira Mundo, Condô Cultural, NOSSAS, Instituto Clima e Sociedade (iCS), Ja.Ca, Murerú Produções, Tapajós de fato, Na Cuia, Suraras do Tapajós, Projeto Saúde e Alegria, Movimentos pela Soberania Popular na Mineração (MAM), Federação das Organizações Quilombolas de Santarém (FOQS), Negritar, Conselho Indígena Tupinambá (CITupi), Movimento Tapajós Vivo (MTV), Terra de Direitos, Maré Cheia, Engajamundo, Mapinguari, Lab Experimental, Megafone Ativismo e Utopia Negra, com o apoio de outras dezenas de instituições socioambientais.

PROGRAMAÇÂO

Rio de Janeiro
• Nome: Virada Amazônia de Pé
• Organização: NOSSAS
• Link: https://virada.amazoniadepe.org.br/
• Programação (lineUp):
Palco infantil: Farra de Brinquedos; Mundo Aflora; Dauá
Palco Slam: Slam Laje com MC Martina
Palco principal: Silvan Galvão e Carimbloco (cortejo); Samba que elas querem; Felipe Cordeiro e Manoela Cordeiro; Geraldo Azevedo; MetáMetá; Edgar; Nic Dias; BK’
VJ Carol Santana; DJ Gust; MC Kaoma
Feira Junta Local
Exposição Nakoada
• Local: Jardins do Museu de Arte Moderna (MAM), Aterro do Flamengo
• Horário: 10h às 22h

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui