A prefeitura quer que o Rio seja uma das 8 cidades que realizarão, em julho próximo, mega-concertos que pretendem aumentar a consciência global sobre a crise climática. A iniciativa, chamada Live Earth, foi lançada pelo ativista ambiental e ex vice-presidente americano Al Gore, e já conta com o apoio de mais de 100 artistas de todos os continentes. “O Rio assumiu um papel no movimento ambientalista mundial quando realizou a Rio 92, e sempre foi uma cidade-ícone para todo o planeta. Recentemente, assumimos compromissos contra o aquecimento global, fixando metas para redução do consumo de combustíveis fósseis nos serviços públicos, uso de energia limpa e geração de créditos de carbono. O Prefeito Cesar Maia já enviou ofício apresentando o Rio como uma das cidades do projeto Live Earth”, enfatizou Medina. Os shows cobrirão as 24 horas do dia 7 de julho de 2007, e serão transmitidos ao vivo pela televisão em rede mundial para dois bilhões de pessoas, em 120 países. Já foram selecionadas as cidades de Shangai, Sydney, Kioto, Johannesburgo e Londres. Outras cidades serão escolhidas no Brasil, Estados Unidos e em um oitavo país ainda não definido. Medina quer que o show brasileiro ocorra na praia de Copacabana.

Nessa altura, uma semana antes do início dos Jogos Panamericanos, já teremos preparada toda a infra-estrutura necessária para um evento desse porte”. Ele lembra a tradição da cidade em grandes eventos globais, como o Réveillon e o Rock in Rio, que já ganhou versões em Lisboa e que, também se realizará em Madrid. O lançamento do projeto foi feito no último dia 16 por Al Gore e Cameron Diaz. No grupo de apoio à iniciativa estão Bill Gates (através da rede MSN) e a cadeia de TV americana NBC.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui