A crise da água no Rio de Janeiro parece não ter limites. Depois de casos de diarreia, brigas em mercados, alta nos preços, roubo de galões, demora no esclarecimento das autoridades a notícia da vez é que o Rio Guandu recebe esgoto de afluentes.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

“A questão é que os rios Queimados, Poços e Ipiranga, que são afluentes do Rio Guandu, se tornaram valões e a água suja deles vai para o Guandu, que abastece o Rio de Janeiro e parte da região metropolitana”, disse o biólogo André Costa.

A água suja, que vem desses valões, de acordo com biólogos, colabora para a proliferação de micro-organismos, algas, como a geosmina.

Por conta do tratamento que a água do Guandu recebe antes de ser distribuída, o esgoto oriundo dos afluentes não é totalmente enviado às torneiras do Rio de Janeiro, contudo, como citado, a sujeira na água agrava a situação da potabilidade.

6 COMENTÁRIOS

  1. Os políticos do Rio de Janeiro, são todos vagabundos.
    São eles que permitem as construções ilegais nos leitos dos rios, na caça de votos, corruptos malditos.
    Tem que obriga-los e suas famílias, consumir essas águas com merda.
    Cansada das sacanagens nesse país de uma maneira geral.

  2. As autoridades não tomam providencias então esse mês a população não precisa pagar a água isso que deve ser feito.,estamos gastando em compras de galões de águas e água e vida e sério.

  3. Não precisa ser muito inteligente, basta ver no google earth, o Rio Guandu é seus afluentes com água negra tipo rio sarapui, a poucos metros da captação do guandu.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui