O Rio não usará o Exército para patrulhar as ruas como vem sendo reproduzido por alguns, o que será pedido pelo novo Governador Sérgio Cabral a Lula será o envio da Força Especial de Segurança, que é formada por policiais de todo o Brasil, que foram treinados para situações emergenciais. Isso não é o Exército.

O Exército, assim como a Marinha e a Aeronáutica serão usadas, se o Governo Federal aceitar, será usado para patrulhar os quarteirões de suas instalações.

Só para que ninguém ache que Carnaval teremos tanque na entrada do Sambódromo… bem, de repente vai ter, mas pode ser criação de algum carnavalesco.

 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui