Rio pode sediar Web Summit em 2023

A Cidade Maravilhosa concorre com Porto Alegre e, se ganhar, será a primeira cidade na América Latina a sediar um dos maiores eventos de tecnologia do mundo

Foto: Reprodução

O Rio está pleiteando sediar a edição de 2023 do Web Summit, um dos mais importantes eventos mundiais de tecnologia, transformação digital, empreendedorismo e inovação. A convite da organização do evento, Paes, acompanhado do secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação (SMDEIS), Chicão Bulhões, irá conhecer pessoalmente a edição portuguesa do evento.

Na sexta-feira (29/10), por intermédio da Invest Rio e da SMDEIS, Paes terá reuniões com empresas de infraestrutura, em Madri, para apresentar a carteira de projetos das PPPs e concessões da cidade com o objetivo de atrair oportunidades de investimento para o Rio.

Na segunda e na terça-feira (01 e 02/11), vão participar do Web Summit. O Rio de Janeiro está concorrendo com Porto Alegre e, se ganhar, será a primeira cidade na América Latina a sediar o evento. Em 2017, o governo de Portugal estimou que o impacto econômico do Web Summit se aproximaria dos R$1,95 bilhão anualmente (€300 milhões).  

Nos dias 15 e 16 de novembro, o VP Global do Web Summit, Artur Pereira, e o CEO da Connected Intelligence (empresa que administra a conferência), Paddy Cosgrave, vêm ao Rio conhecer de perto a proposta para a cidade ser a próxima sede deste grande evento.

Criado em 2009 pelos executivos Paddy Cosgrave, David Kelly e Daire Hickey, o Web Summit se consolidou como um dos maiores eventos de empreendedorismo, inovação e tecnologia do mundo.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui