O município do Rio pode ter novas medidas para conter a Covid-19. O prefeito Eduardo Paes afirmou nesta quinta-feira (18/03), durante a inauguração do BioParque na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, que não descarta o “fechamento completo das coisas”, mas ressaltou que “as próximas medidas que vão ser tomadas, depende do comitê científico”.

A gente vai discutir a possibilidade, sim, de fechamento completo das coisas. Mas, provavelmente, as próximas medidas que vão ser tomadas, depende do comitê científico, vão valer para todos os setores e atividades econômicas. Obviamente, menos pros essenciais“.

Nesta sexta-feira (19/03), a Prefeitura divulga mais um boletim epidemiológico e, segundo Paes, algumas novas medidas podem ser divulgadas também. No entanto, a reunião com o comitê científico para avaliar e definir as novas regras de combate à Covid-19 acontecerá na segunda-feira (22/03) pela manhã.

No Twitter, Paes ainda disse que conversou com o governador em exercício Cláudio Castro para que as medidas sejam, ao menos, em toda a região metropolitana. Além disso, ele fez um apelo ao Governo Federal por ações efetivas para diminuir o impacto econômico.

Feriados podem ser antecipados

Paes também informou via Twitter que os feriados de abril no município do Rio de Janeiro podem ser antecipados pela Prefeitura como medida de combate à Covid-19.

”Na segunda [22/03] pela manhã, vamos reunir o comitê científico para definir medidas mais restritivas. A antecipação dos feriados do mês de abril certamente será uma delas”, disse.

Até o momento, no entanto, o prefeito não revelou mais detalhes sobre a possível antecipação dos feriados.

4 COMENTÁRIOS

  1. Com todo respeito as pessoas que perderam seus entes queridos meu presta minhas condolências cada um mas eu fui uma das pessoas que peguei convide a covid não ataca todos da mesma forma que é maioria das pessoas que vieram a óbito foi através de doenças crônicas graves que tinham e através da reação da vacina que perdemos amigos por causa disso sem ter nenhum problema de saúde tomou a vacina dois dias depois foi internado uma semana veio a óbito então isso já é palhaçada querer fechar o Rio de Janeiro por comprar o povo não pode deixar isso aí não é admissível eles querem destruir o povo matando o povo de fome é isso que esses corrupto querem mais nada e prejudicar aquele que tá tentando fazer alguma coisa pelo país que é o presidente da república o povo não pode deixar isso acontecer

  2. Eduardo Paes, a Cidade do Rio tem toda muita infraestrutura para resolver: BRTs (ou composições sobre trilhos), Ciclovia Niemeyer, Revitalização do Centro do Rio, Revitalização da Área Portuária, Escolas limpas e organizadas para a volta às aulas, Fiscalização para não criar mais favelas, Construções ilegais, Hospitais equipados,Clínicas funcionando. Do que a gente sabe, para fazer isso e outras obras e realizações vai precisar de dinheiro, e dinheiro parece que só vai chegar pelo Governo Federal e Estadual.
    Portanto, muita calma nessa hora!.

  3. No mínimo uma persona, alguém que já cometeu falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, quer se passar de bom moço, pois bem. As pessoas se sentem representadas por ele fazer o quê?.

  4. Ô filhote ,faz o seguinte,descola mais vacina,ao invés de falir com o comércio!!
    Vê se PARA de distribuir vacinas para gente de outras cidades!!!E aproveita e descobre o q foi feito com os bilhões dados pelo governo federal para a saúde!!Ou então tenta reaver dinheiro mal usado durante as olimPIADAS,q vc “organizou”,tá?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui