Rio recebe festival de cinema lusófono

Do Portugal Digital:

Começa hoje no Rio de Janeiro o festival Lusovideografia, evento que reunirá o cinema lusófono de vários gêneros. As apresentações serão feitas até ao próximo dia 18, no Espaço Cultural Oi Futuro e no Espaço Durex, as entidades que organizam o festival.

O Lusovideografia tem a coordenação geral de Clarisse Tarran, Mauro Espíndola e André Alvim, mas há outros curadores convidados de Portugal, Angola e Brasil. O evento decorrerá com duas partes distintas.

O Durexvideo: África-Brasil é, segundo a organização, “uma compilação de trabalhos de artistas visuais brasileiros e africanos que possuem em comum, mais do que a língua, o modo sensível e poético de interpretar um mundo onde a brutalidade, a instabilidade e a crueza são ingredientes constantes da contemporaneidade”.

Já o projeto Videolab foi criado em 2004 pelos artistas visuais e curadores portugueses Sérgio Gomes e Pedro Almeida e teve sua primeira edição produzida em Coimbra. A mostra exibirá, em cinco sessões, uma seleção de trabalhos que buscam novos caminhos na forma de lidar com a imagem. Além de produções portuguesas serão apresentados artistas de outros países europeus.

Rafael França é o artista homenageado neste Lusovideografia. Será exibido um documentário que aborda a breve trajetória de Rafael França (1957-1991), marcada por um crescente afastamento dos meios tradicionais artísticos e pela vontade de experimentar novas técnicas.

A programação completa do evento você pode encontrar aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here