Foto: Reprodução Internet)

O estado do Rio deve receber nesta segunda-feira (15/03) um novo lote de vacinas Coronavac. A expectativa é que cheguem 3,3 milhões de doses do Instituto Butantan, que serão entregues pelo Ministério da Saúde.

Apesar da chegada dos imunizantes, o governo do estado só pretende realizar a distribuição das doses na quarta-feira (17/03). Isso porque, de acordo com o cronograma do governo federal, neste dia, chegará outra remessa de vacinas no estado do Rio.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Carlos Chaves, em razão de uma questão logística, irá aguardar o lote de quarta-feira para então poder realizar a distribuição das duas remessas de uma só vez. Ainda na quarta-feira, as vacinas serão distribuídas por meio de transporte terrestre aos municípios do Rio, Maricá e São Gonçalo. Já os outros municípios receberão os imunizantes por meio de helicóptero.

O Rio está com o calendário de vacinação interrompido devido à ausência de doses. A suspensão do cronograma de vacinação foi anunciada no dia 12/03. De acordo com o calendário da prefeitura, esta semana seriam vacinas as pessoas de 75 e 74 anos.

Nesta segunda-feira (15/03), o prefeito Eduardo Paes (democratas) chegou a dizer que espera que o Ministério da Saúde não fique estocando doses. Sem a chegada de novas remessas, o município está vacinando apenas a segunda dose e idosos com 76 anos ou mais.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

1 COMENTÁRIO

  1. O problema é que recebem essas (pequenas) remessas e fazem maior burocracia para nada.
    Falta vacina. A que pouca quantidade é mal destruída.
    As pessoas estão sob exposição a riscos desnecessários.
    Competem nas filas com outras pessoas de fora – as chamadas Caravanas da vacina.
    Esse fluxo de pessoas descontroladas atrás de vacina gerando aglomeração.
    E ainda por cima algumas que deviam receber a segunda dose de uma vacina recebe a de outro laboratório.
    Estamos sendo um verdadeiro celeiro de mutações.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui