Foto: Agência Brasil

A aplicação da primeira dose dos imunizantes contra Covid-19 na cidade do Rio está suspensa nesta quarta-feira (11/08). O motivo é que o município não recebeu uma nova remessa de imunizantes, como estava previsto.

No fim da tarde desta terça-feira (10/08), o prefeito do Rio, Eduardo Paes, divulgou a informação através de uma publicação nas redes sociais.

Infelizmente fomos informados que as vacinas previstas para hoje só chegarão nessa madrugada. Isso nos leva a ter que suspender a vacinação da primeira dose no dia de amanhã. Muito provavelmente retornamos na quinta. Em tempo: parte dessas 10 milhões de doses estão lá desde 04/08!“, disse o prefeito.

Nesta quarta-feira, seria a vez dos cariocas com 24 anos receberem a primeira dose do imunizante contra a Covid-19. No entanto, com a suspensão, somente adultos acima de 50 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas a partir de 18 anos poderão receber a primeira dose. A aplicação da segunda dose está mantida.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Rio) afirmou que aguardou até o início da noite desta terça-feira (10/08) que o Ministério da Saúde (MS) distribuísse as doses de vacinas contra a Covid-19 recebidas desde o dia 4 de agosto.

“No total, o Ministério da Saúde tem em estoque 5,8 milhões de doses da Pfizer; 3,4 milhões de CoronaVac e 1,1 milhão de AstraZeneca. A cidade do Rio de Janeiro espera receber o proporcional da sua população para seguir com o calendário de D1, e reforça o pedido para que o MS distribua as vacinas em, no máximo, 24 horas a partir da entrega pelos produtores. Também considera fundamental que o ministério apresente um calendário de distribuição, visto que a Pfizer, a Fiocruz e o Butantã entregam as vacinas nas datas previstas em contrato. Em pleno inverno e com uma nova variante do coronavírus circulando, é imprescindível que todos tenham senso de urgência com a campanha para vacinação Covid-19”, diz a nota.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui