Imagem meramente ilustrativa - Foto: Bernardo Cordeiro/Divulgação

A Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio) está com inscrições abertas, até a próxima quarta-feira (13/10), para a 2ª edição do curso ”Coquetela Rio”, voltado a pessoas de 18 a 29 anos moradoras de comunidades da capital fluminense que pretendem ingressar nos ramo de produção de drinks.

A iniciativa, vale ressaltar, é gratuita e acontecerá presencialmente na Casa Dona Amélia, na Cidade de Deus, Zona Oeste da cidade, e também nos complexos da Penha, na Zona Norte, e de São Carlos, no Centro.

Na 1ª edição, realizada no último mês de agosto na Cidade de Deus e no Itanhangá, foram habilitados 20 jovens. Por meio de parcerias com organizações, profissionais, educadores e empresas do ramo de comércio de bebidas, o projeto reuniu material teórico e prático para oferecer aos alunos oportunidade de se qualificar para uma profissão especializada.

”Eu aprendi muito sobre uísque, cachaça, destilação, montagem, medidas e modo de se fazer um drink. As aulas práticas e teóricas foram fundamentais para que eu ganhasse conhecimento para poder trabalhar na área e foi um diferencial para conseguir uma vaga de emprego”, conta Elton Tomas, de 25 anos, que passou a atuar em um bar no Recreio dos Bandeirantes após a conclusão do curso.

Os alunos da formação também são instruídos sobre o aspecto social da bebida e como lidar com os clientes. Matheus Rosa, por exemplo, de 24 anos, explica que não é preciso gostar de beber para ser bartender. Experiente na profissão, o rapaz ganhou uma promoção ao se formar pelo Coquetela Rio no final de agosto:

”Ao contrário do que muita gente pensa, não é preciso gostar de beber para trabalhar nessa área. A gente tem que aprender a teoria e a técnica e aplicar tudo que sabemos atrás do balcão. Podemos degustar os drinks, mas não há exageros. Até mesmo porque estamos trabalhando. Por conta dessa formação meu chefe me promoveu e foi algo muito bom para mim”, disse.

A próxima edição do Coquetela Rio oferecerá também estágio para que os alunos ingressem no mercado de trabalho já com uma experiência no currículo. Segundo o idealizador do curso, Gabriel Lyra Pedro, a pandemia afetou a oferta de empregos em todas as áreas, especialmente no ramo de bares. No entanto, com a retomada das atividades, novas vagas já estão surgindo. Por isso, estar qualificado será um diferencial na busca de oportunidades:

”Para participar das aulas não é necessário ter nenhuma habilidade especial. Basta ter sede de conhecimento e se inscrever na formação. Hoje, os empresários e empreendedores do setor de bebidas voltaram a oferecer empregos que queremos ocupar com formados pelo Coquetela Rio”, diz.

De acordo com Ingrid Siss, representante da JUVRio, a oferta de formação para a inserção de jovens em vagas de empregos é essencial para alavancar a ascensão da juventude carioca:

”Em conversa com a galera da área de coquetelaria, percebemos que esse poderia ser um nicho interessante para os jovens que queriam se especializar e fizemos as conexões para gerar as oportunidades”, afirmou.

Inscrições

Para participar da 2ª edição do Coquetela Rio, basta acessar o link oficial do curso. O projeto terá duração de 5 dias, além de 12 horas de vivência prática. O resultado das inscrições será divulgado no Instagram e nas demais redes sociais da JUVRio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui