Foto: Divulgação EBC

O Rio tem apenas 31,8% do público prioritário vacinado contra a gripe. Os dados são do Ministério da Saúde (MS), que foram divulgados na última segunda-feira (05/07). Entre um total de 5,8 milhões de doses do imunizante, enviadas ao estado, somente 2,2 milhões foram aplicadas.

Em comparação com os estados, o Rio é o sexto com o menor índice pessoas vacinas contra gripe, dentro do grupo prioritário. Aproximadamente 79 milhões de brasileiros fazem parte do público-alvo, que foi contemplado em três etapas.

Estão entre os grupos prioritários: pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

O Ministério da Saúde já autorizou os estados e municípios a ampliarem a vacinação contra gripe para pessoas fora dos grupos prioritários. A recomendação é para que a vacina seja aplicada em pessoas a partir de 6 meses de idade.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui