Rio tem caso suspeito da variante ômicron, diz secretário municipal de Saúde

Daniel Soranz informou que a Fiocruz está analisando amostra de uma mulher recém chegada da África do Sul que testou positivo para Covid-19 para saber se é a ômicron ou outra variante do Coronavírus

Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro
Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

Durante um evento na manhã desta quarta-feira (01/12), o secretário municipal de Saúde Daniel Soranz informou que a Prefeitura do Rio de Janeiro está investigando um caso suspeito da variante ômicron na capital fluminense.

Segundo ele, trata-se de uma mulher recém chegada de Joanesburgo, cidade da África do Sul, que testou positivo para Covid-19 na última segunda (29/11). A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está analisando a amostra para apontar se é realmente a ômicron ou outra variante do Coronavírus.

”Temos uma paciente que chegou de Johanesburgo no dia 21/11. O exame dela foi negativo na data que ela chegou. Já no dia 29/11, ela realizou outro teste de PCR de rotina para trabalho, e esse teste de PCR deu positivo. A gente colheu uma nova amostra ontem à noite [30/11] e enviamos essa amostra para a Fiocruz hoje pela manhã”, disse Soranz.

Vale ressaltar que, ainda de acordo com o secretário, a paciente encontra-se em bom estado de saúde e assintomática.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui