Foto: Agência Brasil

O Rio passa a ter um mês dedicado ao combate à intolerância religiosa. É o que prevê a Lei 9301/21, que institui no estado o mês “Abril Verde” – dedicado a ações de combate, prevenção e conscientização sobre a intolerância religiosa. A medida foi sancionada pelo governador Cláudio Castro (PL) e publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (11/06).

A autoria original da medida é dos deputados Flávio Serafini (PSol), Renata Souza (PSol), Eliomar Coelho (PSol) e Waldeck Carneiro (PT) e estabelece que durante o mês de abril, órgãos da administração direta, indireta e autarquias dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário poderão promover ações sobre intolerância religiosa, além de iluminar seus prédios na cor verde. Ainda de acordo com o texto, concessionárias estaduais de transporte público poderão promover campanhas educativas de conscientização, informando que intolerância religiosa é crime.

A Secretaria Estadual de Educação (SEE) também poderá promover na sua rede estadual de ensino, ações educativas sobre a temática.

Além disso, a norma garante a inviolabilidade de consciência e de crença, com livre manifestação do sentimento religioso e sua doutrina, além do livre exercício dos cultos religiosos e da proteção aos locais de culto e suas liturgias. Uma das autoras do projeto, deputada Renata Souza, esclarece que o combate a intolerância religiosa não passa apenas pelas questões voltas para repressão.

“Compreendemos que a intolerância religiosa não pode ser combatida apenas pela via da repressão e da penalização. Um dos caminhos para combater a intolerância religiosa é a via da educação, da conscientização e do compromisso do Estado, com a realização de campanhas que alertem para o problema, assim como previnam esse tipo de manifestação de ódio, racismo e desrespeito”, aponta a parlamentar.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Vanessa Costa
Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

2 COMENTÁRIOS

  1. Que parlamentares fraquinhos…
    Não possuem Assessores ou estão pagando mal?
    Os prédios públicos já são iluminados na cor verde, em virtude de outra Campanha…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui