Foi sancionada nesta quarta-feira (16/06), a Lei 9.316/21, de autoria do deputado Átila Nunes (MDB) que institui no Estado do Rio de Janeiro o Programa de Tratamento e Cicatrização de Feridas Crônicas.

A norma tem como objetivo prestar assistência de saúde, de reabilitação e farmacêutica plena aos usuários do Sistema Único de Saúde, além de proceder à avaliação e acompanhamento multidisciplinar do paciente nas mais diversas especialidades médicas, inclusive com assistência de enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e agentes sociais, de forma a diagnosticar, mapear e promover um tratamento efetivo da ferida crônica.

A Lei prevê ainda o fornecimento gratuito de medicamentos e biocurativos para cicatrização de feridas crônicas, de forma permanente e continua, enquanto for necessário ao paciente.

Os biocurativos são produzidos a partir de dois componentes do sangue, o plasma e as plaquetas, provenientes do descarte do Banco de Sangue, quando do vencimento de sua validade.

Muitos pacientes, que sofrem com as feridas por anos, enfrentam também dificuldades financeiras para comprar produtos à base de colagenase para tratar das feridas, uma vez que os mais caros chegam a custar US$ 400 a bisnaga.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Felipe Lucena

Felipe Lucena é jornalista, roteirista, redator, escritor, cronista. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, em Curicica. Sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui