Foto: Reprodução

O Rio terá Via Sacra no Cristo Redentor, um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade. A informação é do Jornal extra e será viabilizada por meio de um contrato quer será assinado entre a Arquidiocese do Rio e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) assinam, nesta quarta-feira (24/02).

Com objetivo de possibilitar a integração e sustentabilidade ambiental, a cerimônia deverá acontecer aos pés do monumento. Estarão presentes o reitor do santuário, padre Omar, a presidente do Iphan, Larissa Peixoto, e o superintendente do instituto no Rio, Olav Schrader, entre outros representantes da área de turismo e meio ambiente.

O superintendente do Iphan-RJ, Olav Schrader, destaca a pretensão da realização do evento: “Vamos aliar o patrimônio cultural com a transcendência espiritual e o meio ambiente num projeto com conceito original para o Rio de Janeiro, que terá como consequência estimular o turismo e gerar prosperidade e inclusão social”.

Já o padre Omar, acredita que seja possível valorizar a imagem dos cariocas: “Queremos deixar um legado para as futuras gerações. Será um momento positivo de inflexão para a autoestima dos cariocas e a imagem do nosso Brasil”,

A ideia é de que a Via Sacra do Cristo Redentor seja uma referência mundial, como são as de Roma e Jerusalém. O diferencial, entretanto, é o fato de do local, já que o Cristo está situado em meio a floresta urbana. Assim, será possível, ainda, valorizar o bioma da Mata Atlântica e o turismo religioso aliado à sustentabilidade.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui