Rio Water Planet - Foto: Reprodução

Em meio ao verão carioca – que, por ora, vai sendo chuvoso -, uma ótima notícia para quem gosta de se refrescar em piscinas. Fechado desde outubro de 2018, o famoso Rio Water Planet, localizado em Vargem Grande, na Zona Oeste da capital fluminense, deve ser reaberto em 2021. A informação é do site ”Hapfun”.

Segundo o portal, que é especializado em parques de diversões, aquáticos e temáticos, o projeto para a reinauguração ainda não foi detalhado, mas já há a confirmação, por parte da empresa responsável, que o local voltará a funcionar, ainda este ano.

Inaugurado em 1998, o Rio Water Planet, com seus cerca de 400 mil metros quadrados, já foi considerado o maior parque aquático da América Latina. Ele dispunha de atrações como toboáguas, piscina de ondas, rio lento e corredeiras, além de um espaço destinado ao público infantil.

Em 16 de agosto de 2018, a 3ª Vara Cível da Barra da Tijuca, cumprindo uma ação judicial movida pelos proprietários do terreno contra os administradores do parque, determinou que o Rio Water Planet fosse despejado. Isso aconteceu pois, embora o contrato de aluguel tenha sido encerrado em 2014, o local continuou operando normalmente, por 4 anos, sem pagar as mensalidades de locação de R$ 150 mil.

Com isso, pouco mais de 1 mês depois, mais precisamente no dia 04 de outubro de 2018, o Rio Water Planet encerrou oficialmente suas atividades.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

18 COMENTÁRIOS

  1. Eu conheço o park e sei a qualidade e a segurança que o park oferece.em relaçao ao preço da comida realmente o park deixa a deseja mas isso tera que ser revisto .mas eu quero que todos saibam que e o melhor park do brasil..estou ancioso por sua volta

  2. Lugar tão maravilhoso que poderia ter uma ajuda do Governo em diminuir os custos de impostos e de água,esse local proporciona ao público um pouco de felicidade entre as famílias

  3. A notícia é boa, me diverti muito lá com minha família… Porém como tudo na vida o park tem seu lado ruim…
    Os preços praticados dentro do park eram Absurdamente abusivos, já que não era permitida a entrada de bebidas e nem comida….as pessoas eram obrigadas a pagar valores surreais por um refrigerantete, ou qualquer alimento por exemplo. Na época que fui tive que pagar 30,00 por um armário para guardar meus pertences( até concordo em ser cobrada uma taxa mais não tão alta, já que eles nem se responsabilizavam se algo acontecesse com os pertences no armário)… além da entrada não ser tão barata assim….
    Me diverti, mais me senti estorquida, pois o meu passeio de um dia, saiu bem mais caro do que um fim de semana inteiro em uma pousada com café da manhã na praia.

  4. Uma opção finalmente, pq tem um tal de Splash Park em Sta Cruz que tá precisando de reforma também, todo quebrado e abandonado pela administração que não se importa com as insistentes reclamações dos usuários.

  5. Uma lástima para os moradores. A bagunça generalizada no entorno do parque nos fim de semanas faz Vargem Grande perder de longe para qualquer bairro populoso e desorganizado do rj. Malas abertas com funk em ruas tranquilas, ônibus fretados atravessados em ruas minúsculas, pessoas mau educadas parando carros ate nos telhados é só uma amostra.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui