No mês de abril, o RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim – presenciará um cenário sem precedentes em sua história: a projeção é de que 93% dos voos internacionais sejam cancelados, o que levará a uma movimentação de passageiros extremamente reduzida. O cancelamento total de voos chegará à média de 90%, somando a queda da quantidade de voos internacionais aos 87% de redução de voos domésticos.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

O RIOgaleão vem realizando ações que têm como objetivo principal garantir que as obrigações financeiras da concessionária sejam honradas. A partir desse mês, diretores e gerentes terão seus respectivos salários reduzidos em 15%, por tempo indefinido, a fim de continuar garantindo a remuneração em dia de todos os colaboradores. Além disso, a área comercial realiza renegociações dos contratos dos estabelecimentos comerciais, a fim de tornar as operações sustentáveis para que essas lojas e restaurantes possam se manter no aeroporto quando o cenário for voltando ao normal.

O cenário atípico e dinâmico que a crise de saúde do COVID-19 está desenhando também constantes adequações operacionais, a fim de que o aeroporto siga funcionando e com o menor impacto possível. Uma das medidas, definidas essa semana, é o encerramento temporário das atividades do Píer Sul, a extensão do terminal 2, com 100 mil m2 e investimento de cerca de R$ 2 bilhões, onde estão localizadas 26 pontes de embarque, salas VIPs, lojas e restaurantes. A partir de agora, todos os embarques – domésticos e internacionais – serão realizados pelas 17 pontes de embarque do terminal 2. Além disso, a partir do dia 1 de abril (próxima quarta-feira), a pista 10/28, uma das duas pistas de pousos e decolagens terá as atividades encerradas durante este período de crise – o objetivo é diminuir os custos de manutenção envolvidos na operação.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui