Evento de inauguração do escritório da Atech no Rio de Janeiro / Divulgação

O Rio de Janeiro passa a contar a partir desta segunda-feira (25) com um novo escritório da Atech, empresa do Grupo Embraer, voltada para o desenvolvimento de soluções nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, entre outras atividades ligadas à segurança e logística. Com a medida, a empresa visa dar prosseguimento à sua estratégia de intensificar as suas ações junto a clientes da região, além de alinhar as suas atividades de acordo com os seus segmentos de atuação em um só local.

A Atech terá como foco inicial de operação o Programa Fragatas Classe Tamandaré (PFCT), voltado para a construção 4 navios classe Tamandaré de última geração para a Esquadra da Marinha do Brasil. A empresa será responsável pela aquisição e desenvolvimento do Sistema de Gerenciamento de Combate e do ADL – Automatic Data Link (CMS), em parceria com a Atlas, e o Sistema Integrado de Gerenciamento da Plataforma (IPMS), em parceria com a L3Harris.

No escritório do Rio de Janeiro serão conduzidas diversas atividades do PFCT, com destaque para os processos de integração e testes dos principais sistemas das novas fragatas, o CMS e IPMS. Com o seu funcionamento ainda será possível a transferência de tecnologia entre a empresa e a Marinha, que terá conhecimento e ferramentas para operar e manter os sistemas do navio no futuro.

Para que esta finalidade seja cumprida, no novo escritório serão instalados ambientes de integração e testes para o CMS (LIT – Laboratório de Integração e Testes), e IPMS (LBTF – Land Based Test Facility, em inglês), nos quais serão realizados testes nos simuladores dos principais equipamentos do navio junto aos seus sistemas, além de um ambiente de treinamento que utilizará ferramentas do tipo Computer Based Training System (CBTS).

Autoridades civis e militares conversam durante a inauguração da nova unidade da empresa de tecnologia

Para o presidente da EMGEPRON, Vice-Almirante Edesio: “A infraestrutura aqui [Rio de Janeiro] projetada, que será também espelhada em instalações da Marinha do Brasil quando totalmente concluída, permitirá não apenas a fiscalização técnico-contratual e o acompanhamento pari passu pela EMGEPRON da qualidade e conformidade da evolução do projeto do software, mas, notadamente, possibilitará uma absorção tecnológica com maior dimensão e valor agregado para os representantes da Marinha”.

O Almirante Ilques, por sua vez, destacou também a abertura de um novo polo de desenvolvimento no Rio. “A vinda da Atech associa com vigor, e em projeto desafiador: a iniciativa privada, civis e militares na Defesa e Segurança do Brasil. Essa associação, irrigada com nosso esforço e inteligência, está largando as espias em mais uma navegação continuadamente invicta da Marinha de Tamandaré e, desde agora, contribuindo para o fortalecimento da dissuasão estratégica, instrumento primordial para a manutenção da paz”, ressaltou.

A cerimônia de inauguração contou com as presenças do Diretor Geral de Material da Marinha, Almirante de Esquadra José Augusto Vieira da Cunha de Menezes; do Almirante de Esquadra llques Barbosa Junior; do Diretor-Presidente da EMGEPRON; do Vice-Almirante (RM1-IM) Edesio Teixeira Lima Júnior; da presidente da Comissão Especial de Indústria Naval, de Offshore e de Petróleo e Gás, Deputada Estadual do Rio de Janeiro Célia Jordão; do Diretor-Presidente da Atech, Edson Carlos Mallaco; e do Diretor de Negócios da Atech – Defesa & Segurança, Giacomo Feres Staniscia, entre outras autoridades e convidados, como as empresa parceiras Embraer, Thyssenkrupp Marine Systems e SPE Águas Azuis.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui