Foto: Reprodução/TV Globo

A chegada das vacinas pode não acontecer tão cedo quanto o esperado. Segundo informações do jornal “O Dia”, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) afirmou que não se sabe quando o Ministério da Saúde enviará uma nova remessa de doses da vacina contra Covid-19.

O governo do Rio esperava receber 297 mil vacinas da Coronavac nesta segunda-feira (15/03), mas o envio não foi realizado. Outro lote com mais 180 mil doses era esperado para quarta-feira (17/03). No entanto, a SES também não recebeu a confirmação dessa chegada com o Ministério da Saúde.

O secretário estadual de Saúde do Rio, Carlos Alberto Chaves, disse que vai distribuir as vacinas assim que receber o novo lote do Ministério da Saúde. Nesta segunda, ele havia afirmado que esperaria as doses de quarta-feira para enviar as duas remessas juntas.

No município do Rio, o calendário de vacinação chegou a ser interrompido por falta de vacinas. Segundo informações da SMS, na segunda-feira, houve uma falta de doses em algumas unidades de saúde, mas todas já foram reabastecidas.

No domingo, o prefeito Eduardo Paes afirmou que o Ministério da Saúde não apresentou justificativa para a demora na entrega de novas doses, mas a expectativa é que o “anda e para” da vacinação acabe após o aumento da capacidade da Fiocruz.

A Fiocruz anunciou que, nesta semana, entregará as primeiras vacinas produzidas pela instituição. Serão 1 milhão e 80 mil doses entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Serão disponibilizadas 500 mil doses na próxima quarta-feira (17/03) e outras 580 mil até a sexta-feira (19/03).

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui