Reprodução: Internet

Os 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, fabricada pelo laboratório Serum, da Índia, já passaram pelo escrutínio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Ministério da Saúde (MS), neste sábado (23/01), e agora passam para uma nova etapa: a distribuição pelos estados brasileiros de acordo com planejamento do MS. A carga com o imunizante está saindo da Fiocruz, em Manguinhos, Zona Norte, do RJ.

O Rio de Janeiro receberá 185 mil doses da vacina. São Paulo e Minas Gerais receberão 501.960, e 190,5 mil doses, respectivamente.  Segundo o Ministério da Saúde, por conta da gravidade da sua situação sanitária, o Amazonas receberá mais doses do que teria direito: 132,5 mil.

De acordo com a tabela divulgada pelo MS, as doses do imunizante partem do Rio ainda hoje em direção aos outros estados, que receberão o seus lotes até a tarde deste domingo (24/01), sendo o Rio Grande do Norte o último a receber a vacina, com a chegada do voo prevista para o fim da tarde.

A vacinação no Brasil começou no último domingo (17/01), na cidade de São Paulo, onde foi usado imunizante CoronaVac, desenvolvido pelo Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac. Todos os estados receberam lotes das 6 milhões de doses fabricadas por esse consórcio. Um segundo lote, com 4,8 milhões de doses, foi aprovado para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta sexta-feira (22/01), mas ainda não foi divulgado como será a feita a distribuição.

Abaixo a distribuição de doses por estado:

Rio de Janeiro – 185.000

Espírito Santo – 35.500

Minas Gerais – 190.500

São Paulo – 501.960

Ceará – 72.500

Alagoas – 27.500

Pernambuco – 84.000

Sergipe – 19.000

Paraíba – 36.000

Maranhão – 48.500

Piauí – 24.000

Rio Grande do Norte – 31.500

Bahia – 119.500

Paraná – 86.500

Santa Catarina – 47.500

Rio Grande do Sul – 116.000

Pará – 49.000

Roraima – 4.000

A Tocantins – 11.500

Amapá – 6.000

Acre – 5.500

Rondônia – 13.000

Amazonas – 132.500

Distrito Federal – 41.500

Goiás – 65.600

Mato Grosso – 24.000

Mato Grosso do Sul – 22.000

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui