Festa Buzina, em Duque de Caxias, em 01 de agosto de 2021 - Foto: Reprodução/Internet

O último final de semana no Rio de Janeiro foi marcado por novos flagrantes de festas clandestinas, gerando aglomerações e desrespeito às regras de distanciamento social.

No domingo (01/08), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, uma festa, intitulada como ”Buzina”, foi realizada no bairro de Saracuruna, mais precisamente em um espaço destinado a eventos no número 500 da Rua Inspetor Castro. No próprio Instagram da festa é possível observar a enorme quantidade de pessoas presentes, a maioria sem máscara.

Já em Madureira, na Zona Norte do Rio, a Prefeitura da capital fluminense encerrou uma festa clandestina que estava sendo realizada também no domingo e contava com aproximadamente 300 pessoas, que, por sua vez, também não usavam máscaras.

Festa com cerca de 300 pessoas em Madureira, na Zona Norte do Rio, em 01 de agosto de 2021 – Foto: Reprodução/TV Globo

O DIÁRIO DO RIO entrou em contato com a Prefeitura de Caxias e a Polícia Militar para comentarem o primeiro caso, além da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) do Rio de Janeiro para falar sobre o segundo, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta de nenhuma das partes. A reportagem será atualizada tão logo isso aconteça (conferir no final do texto).

Vale lembrar que, ainda no último fim de semana, o Poder Executivo carioca já havia reprimido eventos irregulares na Ilha dos Pescadores, na Barra da Tijuca, e em um sítio na Autroestrada Grajaú-Jacarepaguá, ambos na Zona Oeste da cidade.

Atualização – 02 de agosto de 2021 – 09h58

Por meio de nota oficial, a Prefeitura de Duque de Caxias se pronunciou sobre a Festa Buzina informando que a mesma ”foi realizada de forma clandestina e que não recebeu denúncias sobre o evento”.

O Poder Executivo local esclareceu ainda que ”as festas com aglomerações denunciadas são encerradas pela fiscalização de ordem pública”, que, segundo eles, ”já aplicou centenas de notificações e interdições em bares e quiosques das praças visitadas pelas equipes de agentes e fiscais nos 4 distritos do município”.

1 COMENTÁRIO

  1. O fato de nas favelas ocorrerem asquerosas multidões de verdadeiros zumbis todo final de semana, nada se fala sobre fato corriqueiro. No mínimo tendencioso.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui