Foto ilustrativa com frascos e seringa na frente de logotipo da farmacêutica Pfizer — Foto: Dado Ruvic/Reuters

O Ministério da Saúde começa nesta segunda-feira (03/05) a distribuição das vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. Nesta primeira etapa da divisão da primeira dose entre os estados, o Rio de Janeiro vai receber 46.800 do imunizante. Apenas São Paulo terá direito a mais lotes do medicamento, com um total de 135.720.

De acordo com a pasta federal, a vacina será destinada para pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente. Entretanto, estados e municípios têm autonomia para seguir com estratégias locais.

O Ministério da Saúde recomenda que a vacina seja aplicada em um intervalo de 12 semanas (três meses). Em nota técnica, a pasta informa que o intervalo maior foi aplicado com base em estudos feitos no Reino Unido.

Rio chega a um milhão e meio de cariocas vacinados contra Covid

“Com base nesses dados o ‘Joint Committee on Vaccination and Immunisation’ (JCVI), entidade assessora em imunizações do Reino Unido, orientou que o intervalo entre a primeira e a segunda dose desta vacina fosse ampliado para até 12 semanas”, diz a nota.

Esta recomendação considerou que a vacinação do maior número possível de pessoas com a primeira dose traria maiores benefícios do ponto de vista de saúde pública, considerando a necessidade de uma resposta rápida frente a pandemia de Covid-19“, continua o ministério.

A bula do fabricante diz que o imunizante deve ser aplicado em um “intervalo maior ou igual a 21 dias entre a primeira e a segunda dose”, segundo informou o portal G1.

Perguntado sobre a recomendação das doses, o Ministério da Saúde ainda não respondeu. A Pfizer no Brasil disse que espera um posicionamento da Pfizer Global.

Prefeitura anuncia novo calendário para 2ª dose da CoronaVac no Rio; confira

Depois de anunciar, no último sábado (01/05), a suspensão da aplicação da segunda dose da CoronaVac devido à falta de imunizantes em estoque, a Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou um novo calendário em relação à referida vacina e à dose na capital fluminense, iniciando nesta segunda-feira (03/05). Confira as novas datas.

  • Dia 03/05 (segunda) – Pessoas com 70 anos ou mais;
  • Dia 04/05 (terça) – Pessoas com 67 anos ou mais;
  • Dia 08/05 (sábado) – Pessoas com 66 anos;
  • Dia 13/05 (quinta) – Pessoas com 65 e 64 anos;
  • Dia 17/05 (segunda) – Pessoas com 63, 62 e 61 anos.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, foi preciso mexer no calendário devido à diminuição da quantidade de doses de CoronaVac recebidas do Instituto Butantan.

”A gente ia receber 150 mil doses do Instituto Butantan na sexta-feira [30/04] e a gente recebeu 17 mil doses, um número muito abaixo do que estava previsto. Isso já tinha acontecido duas semanas atrás, mas, como a gente tinha reservado doses, a gente conseguiu sustentar, mas agora nessa sexta, com essa redução tão grande de aporte, é impossível sustentar”, disse.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui