Se em 2017 houve problemas com os queijos da Roberta Sudbrack, o Rock in Rio 2019 termina sem maiores problemas com a Vigilância Sanitária. Até este sábado, 5/10, a Vigilância aplicou 54 autuações no total das 303 vistorias realizadas nos 230 pontos licenciados para evento.

Além das inspeções, no 6º dia da operação da Vigilância no RIR 2019 técnicos do Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp), no Complexo da Zona Norte, entregaram 5 laudos de análises de amostras de alimentos e bebidas coletadas durante o evento, todos com resultados satisfatórios. Nas vistorias, os profissionais reforçaram as orientações para que o evento transcorra dentro das normas e legislações higiênico-sanitárias, ensinadas também pela bactéria Coli e o GM Justo (um dos mascotes da Guarda Municipal) na interação com o público no estande na Ásia Rock Street, que oferece informações de aplicativos e outros serviços da Prefeitura do Rio, atendimento de Ouvidoria e espaço instagramável com a hastag #visarir.

Chegamos ao último dia da operação Rock In Rio com todos os 230 pontos de serviço que licenciamos vistoriados, retornando nos autuados para conferir se as nossas exigências foram atendidas, e tudo dentro dos conformes. Nossa expectativa é terminar esta edição sem o registro de irregularidades graves – adianta Márcia Rolim, subsecretária de Vigilância Sanitária do Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui