Foto: Reprodução

Com o agravamento da crise econômica, devido à pandemia de Covid-19, muitas pessoas têm enfrentado dificuldades. Para ajudar a diminuir os impactos da crise, a empresa promotora do Rock in Rio vai doar 50 toneladas de alimentos à campanha Brasil Sem Fome, comandada pela Ação da Cidadania, ONG fundada pelo sociólogo Betinho em 1993.

A doação direta do Rock in Rio será feita em conjunto com o grupo Dreamers, um conglomerado de comunicação do qual o festival faz parte. A expectativa é mobilizar outras empresas e, dessa forma, multiplicar este número para atender mais famílias.

Além disso, o Rock in Rio também está realizando uma campanha para mobilizar a sociedade a aumentar as doações. Quem quiser fazer uma doação, pode acessar o link rockinrio.com/doe e participar.

A meta inicial da campanha é alcançar 750 mil pratos de comida. Até o momento, segundo o site, já foram doados 233.821. Com o slogan “Cada real doado é um prato de comida para quem mais precisa”, não há valor mínimo para as doações.

Ação da Cidadania

Fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, a Ação da Cidadania nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.

Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou em um dos movimentos sociais mais reconhecidos do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Durante a pandemia, exatamente quando a crise se agravou e mais pessoas precisavam das doações, a Ação da Cidadania enfrenta a escassez de doações de alimentos para distribuição.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui