Romário em atuação no Congresso Nacional - Foto: Lucio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados

O ex-atacante Romário, atualmente exercendo o cargo de senador da República pelo Partido Liberal (PL), passou por uma cirurgia de emergência na tarde desta quinta-feira (09/09) no Rio de Janeiro.

De acordo com informações do ”Blog do Ancelmo Gois”, do jornal ”O Globo”, o parlamentar precisou retirar às pressas a vesícula. A operação, realizada no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul da capital fluminense, foi comandada pelo cirurgião Ribamar Saboia Azevedo e considerada bem-sucedida.

Vale lembrar, que, em janeiro de 2017, visando minimizar os efeitos da diabetes, o Baixinho passou por outro procedimento cirúrgico, intitulado de ”interposição ileal”, que se caracterizava pela implantação do íleo (parte final do intestino delgado) entre o duodeno e o jejuno. Este procedimento estimula a produção de insulina através do pâncreas. Na ocasião, o ex-atleta perdeu 10kg.

Jogador e político

Atualmente com 55 anos, Romário é considerado um dos maiores atacantes da história do futebol brasileiro e mundial, tendo papel fundamental na conquista do tetracampeonato pela Seleção em 1994, nos Estados Unidos.

Em gramados cariocas, brilhou com a camisa do Vasco, clube pelo qual foi revelado, sendo um dos protagonistas no título brasileiro de 2000 e na Copa Mercosul do mesmo ano. Também passou por Flamengo, onde foi campeão da própria Mercosul em 1999, e Fluminense.

Já no âmbito político, tornou-se senador em 2015, função essa que ocupa até hoje. Antes disso, atuou como deputado federal entre 2011 e 2014. Nas eleições de 2018, disputou o cargo de governador do RJ, ficando em 4º lugar na disputa do primeiro turno, atrás de Wilson Witzel, Eduardo Paes e Tarcísio Motta.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui