Nota nos jornais diz:

A ex-governadora Rosinha Garotinho reclamou nesta sexta-feira do que chamou de “jogo sujo” com o funcionalismo público no estado. Ela questionou as declarações do secretário estadual de Fazenda, Joaquim Levy, de que haveria risco de atraso no pagamento dos servidores por falta de dinheiro em caixa.

Não sei qual a credibilidade da Rosinha, ela inaugurou mais de 3 obras inacabadas, claro o Sergio Cabral pode perguntar para o Antonio Francisco Neto (ex-secretário de Fazenda da Rosinha), que está no Detran agora, como outros.

A grande verdade, é que o dinheiro em caixa foi uma ilusão orçamentária da Rosinha. Como mostrou o Cesar Maia em seu ex-blog, em uma nota.

O que ela se esquece é que a folha paga no inicio de janeiro pertence a dezembro e que, portanto deveria ser paga com recursos financeiros de dezembro, ou antes, e não de janeiro. Portanto -e sem levar em conta restos a pagar, despesas feitas sem empenho, empenhos cancelados, e outros bacalhaus mais, o Estado é passado quebrado em pelo menos 724 milhões de reais, financeiramente.

O estado está quebrado, e diferente da ex-governadora, o Secretário de Fazenda, Joaquim Levy, é um homem sério!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui