Rua Tenente Cleto, na Ilha do Governador, é uma zona e pedestres que pagam o pato

Na rua não há sinalização, faixa de pedestres ou projeto da Prefeitura

A Rua Tenente Cleto Campelo é uma rua de zona escolar que virou apenas uma zona, já que falta sinalização e uma faixa para os pedestres. A Tenente Cleto faz cruzamento com a Rua Grana e, todos os dias, diversos carros e pessoas andam pela área, sem sinal de trânsito ou um patrulhamento da guarda municipal. Moradores da região alegam que a rua é perigosa e que a Prefeitura nunca nem sequer prometeu uma mudança.

Os insulanos ainda dizem que tudo piora por saberem que a Tenente Cleto Campelo fica próxima de duas escolas públicas, Abeilard Feijó e Conjunto Praia da Bandeira, e uma particular da rede COC.

Uma mãe, Luciene Azevedo, que tem um filho matriculado na escola Abeilard, disse que não deixa seu filho ir sozinho para a escola por insegurança e medo de algo grave acontecer. “Deveria existir um sinal de trânsito aqui, uma rua com cruzamento e sem sinalização é lamentável. E não é arriscado apenas para as crianças, como também para idosos que precisam esperar a boa vontade dos motoristas para atravessar. Já fiquei mais de 10 minutos parado esperando para atravessar”, completou Luciene.

A redação do DIÁRIO DO RIO entrou em contato com a Subprefeitura das Ilhas e de acordo com eles irão estudar, juntamente com a CET-Rio, sobre a Rua citada para entender se ali é preciso providenciar uma implantação de sinalização semafórica. Ainda alegaram que não receberam nenhuma denuncia sobre acidentes no local desde 2021.

Moradores contestam a declaração da subprefeitura: “Vão esperar esperar uma tragÉdia acontecer para tomar previdências?”, disse uma insulana.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui