Badalada e boemia, a Avenida Mem de Sá é principal rua do mundialmente famoso bairro da Lapa, no Centro do Rio de Janeiro. Recheada de bares, restaurantes e casas noturnas, esse trecho da cidade é um dos preferidos de cariocas e turistas na Cidade Maravilhosa

A avenida passeia por alguns dos pontos mais icônicos da região central do Rio de Janeiro, atravessando os Arcos e em seguida cortando a Rua dos Arcos, a Rua do Lavradio, a Avenida Gomes Freire, a Rua do Rezende e a Rua dos Inválidos. Ela desemboca na Rua Frei Caneca, mas começa no Largo da Lapa, logo após a Sala Cecília Meirelles, na altura da Travessa do Mosqueira.

A Mem de Sá já simbolizou a era dos novos tempos no Rio. A avenida foi inaugurada em 1906, junto com o primeiro lampadário ornamental da cidade. Fixado no Largo da Lapa, era um ícone da modernidade, onde o serviço de luz elétrica nas ruas havia chegado em 1904. Pelo local também passou a circular outro grande símbolo do progresso: o bonde movido à eletricidade.

O Shopping Paço do Ouvidor é referência no Centro do Rio. Passa no Paço

Mas afinal, que foi Mem de Sá?

Mem de Sá em óleo sobre tela do século XX (Crédito: Manoel Victor Filho)

Mem de Sá foi o terceiro governador geral do Brasil e ficou famoso por, em sua gestão, expulsar os franceses da Guanabara, onde foi fundada a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro e onde também foram formadas as primeiras missões com objetivo de catequizar os índios.

Mem de Sá desembarcou na Bahia, então sede do governo-geral, em 1557, assumindo o governo em 3 de janeiro de 1558. Dedicou-se a promover a harmonia na colônia, estancando os constantes conflitos entre índios e portugueses.

Mem de Sá nasceu em Coimbra, Portugal, em 1498 (existem divergências entre os historiadores quanto a data exata do seu nascimento) e morreu em 1572. Formado em Direito, foi desembargador, corregedor e nas horas vagas fazia versos. Era irmão do poeta Sá de Miranda.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui