Começam a ser trocados os nomes nas fachadas de ministérios, em Brasília.

Devido à crise causada pelo Coronavírus, o Governo Federal adotou novas medidas sobre a prorrogação de impostos no Brasil. Tributos como o Simples Nacional, a declaração de ajuste Anual do Imposto de Renda (IRPF 2020), entre outros, tiveram suas datas alteradas.

Nesta imagem estão os impostos e as novas datas de cobrança:

No início deste mês de abril, o Governo anunciou que o prazo para a entrega do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) foi prorrogado por 60 dias. Com isso, os contribuintes podem entregar o acerto anual até o dia 30 de junho.

“E um momento crítico como este, em que as empresas estão se desdobrando para sobreviver sem receitas, prorrogação de vencimento de impostos é um passo importante (dentre muitos outros que serão necessários) para que haja um ‘respiro’ até que todos consigam restabelecer as operações. Não sabemos a data exata em que a economia começará a se reerguer, mas enxergamos claramente que o Governo precisa agir em ‘caráter de exceção’, visando principalmente manter o nível atual de empregos formais – que nem de longe é o ideal”, disse a contadora Rita Nannini.



1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui