Foto: Reprodução Internet

Quem costuma passar pela Região Portuária do Rio certamente já se deparou com a construção de uma enorme roda gigante. Ocupando uma área de 2.560 metrôs quadrados e medindo 88 metros, o novo empreendimento promete ser a grande atração turística da cidade para esse fim de ano.

Apelidada de Rio Star, a roda gigante é mais uma atração para a Zona Portuária do Rio, que já conta com Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio, o AquaRio entre outros. A região recebeu uma série de investimentos nos últimos anos, que impulsionaram a economia da região, atraiu investimentos e contribuiu para a desenvolvimento da região central do Rio como um todo.

Pao-do-Ouvidor
Cada vez mais, o Shopping Paço do Ouvidor se fortalece como ponto de encontro no Centro do Rio. Passa no Paço.

A inauguração da Roda Gigante está prevista para novembro, e contará com o valor médio do ticket girando em torno de R$ 50,00. Ao todo, serão 54 cabines com capacidade para 8 pessoas. O complexo que abrigará a Roda Gigante ainda terá uma infraestrutura com prédio operacional, lojas, cafeteria, quiosques e até aluguel de binóculos para o público apreciar a vista.

No total, aproximadamente 100 pessoas trabalham, diretamente e indiretamente, para erguer a Roda Gigante. O material utilizado na obra foi todo importado da China, onde uma equipe de engenharia brasileira realizou uma imersão durante 4 meses, para realizar as adequações necessárias ao projeto e viabilizar a fabricação segundo as normas e condições climáticas do Brasil.

De acordo com o presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp), Antonio Carlos, o objetivo é expandir os investimentos para mais áreas da zona portuária.

Temos o desejo de fazer um hospital de ponta naquela área, na região da Francisco Bicalho, na altura da rodoviária. Algo que movimente a região, que atraia outra empresas dispostas a investir nessa área da cidade. A maioria dos investimentos estão concentradas na região da Praça Mauá. Temos uma taxa de 94% de imóveis desocupados naquela área que precisam de investimentos e tem enorme potencial para gerar mais receita“.

Foto: DIÁRIO DO RIO

Para o diretor da Sérgio Castro Imóveis, Cláudio Castro, única imobiliária com uma filial na área do porto, localizada na rua Sacadura Cabral, o mais importante para a região do porto maravilha, é que ela consolide a sua utilização turística e também residencial.

A roda gigante é muito importante por que vai atrair turismo e movimento, mas muito mais importante que isso é que se construa empreendimentos residenciais para que seja uma reunião que não funcione como centro, só 5 dias por semana. Por que do contrário, a gente gasta uma fortuna e só usa essa infraestrutura durante 20 dias por mês“.

Ainda de acordo com Cláudio Castro, é preciso que a prefeitura, a Cedurp e Caixa Econômica Federal, honrem suas obrigações e realizem na região tudo que foi prometido.

O fundo porto maravilha, da Caixa Econômica Federal parou de fazer os pagamentos que tinha que fazer, pelo acordo, a Cedur pra que região fosse cuidada da maneira prometida. Enquanto a caixa economia não voltar fazer os pagamentos necessários através do fundo, a região fica com uma manutenção que não é a prometida“, salientou o diretor da Sérgio Castro Imóveis.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui