O espaço Carnaval Tour Rio vai ocupar 3 andares de camarotes do setor 11 da Sapucaí - Foto: Divulgação

Visando manter o clima de folia no ano inteiro, a Riotur vai inaugurar em abril, no setor 11 do Sambódromo, o espaço Carnaval Tour Rio.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

O local será dedicado à cultura do samba, contará a história do ritmo e terá exposição do trabalho dos carnavalescos para a montagem do maior espetáculo da Terra. Vídeos em salas interativas, para promover uma experiência completa, também farão parte dessa espécie de museu interativo. A Riotur estima receber cerca de 100 visitantes por dia no espaço e a verba arrecadada com os ingressos será reinvestida no turismo da cidade.

No Carnaval Tour Rio haverá venda de camisetas e outros produtos relacionados às escolas de samba – Foto: Divulgação

A ideia é que o visitante tenha contato com todo o processo de criação do carnaval, desde a escolha dos materiais para a composição das fantasias até a execução de um carro alegórico. As matérias-primas utilizadas na confecção dos adereços como plumas, paetês, purpurinas, lantejoulas, tecidos, pedrarias e toda a estrutura de metal, ferro, isopor, espumas, entre outros materiais, ficarão expostas para que os visitantes tenham contato e possam sentir a textura do que de fato compõe os itens carnavalescos.

O espaço contará com bares, onde turistas poderão experimentar tira gostos – Foto: Divulgação

Fantasias prontas e partes de alegorias do acervo de escolas de samba também estarão expostas para ajudar no entendimento dos cenários criados pelos carnavalescos nos desfiles. Além disso, costureiras estarão trabalhando no local, mostrando em tempo real como funciona a confecção de cada item. Os visitantes poderão ter contato com os instrumentos da bateria e até mesmo tocar com o auxílio de um músico presente.

Pao-do-Ouvidor
Cada vez mais, o Shopping Paço do Ouvidor se fortalece como ponto de encontro no Centro do Rio. Passa no Paço.

Um bar temático com caipirinhas e comida de botequim, sambas enredo tocando ao fundo e uma cenografia inspirada no barracão de uma escola de samba completam a experiência do turista no local. E, para finalizar o passeio pelas salas interativas, como em todo museu pelo mundo, o visitante vai poder levar um pedacinho do Rio e do carnaval carioca para casa. A loja de souvenires terá artigos da festa do momo e da cidade do Rio de Janeiro disponíveis para venda.

2 COMENTÁRIOS

  1. Vai aqui uma ideia; A estação Praça Onze de metrô tinha que ter um túnel por debaixo da passarela ligando ao setor ímpar das arquibancadas para se tornar a única estação de acesso às arquibancadas, camarotes e frisas do Sambódromo do lado par e ímpar, pois o acesso ao lado ímpar geralmente é feito pela Estação Central do Brasil que é muito distante do Sambódromo ainda mais em dias de desfile quando as alegorias estão concentradas tendo-se que dar uma volta praticamente pelo Saara para se chegar até o setor ímpar
    enfim , seria viável um túnel por debaixo da pista do Sambódromo ligando a estação Praça Onze
    de metrô ao setor ímpar das arquibancadas Já que é uma festa que reúne um milhão de pessoas no mesmo local todos os anos

  2. Maravilhosa iniciativa! Irei conferir e prestigiar, com certeza. No entanto, ao invés de um espaço, está faltando o quê para a construção de um Museu do Carnaval com isso tudo (figurinos, lojinhas, processo de confecção com costureiras, etc) mas também um Museu que conte a história do Carnaval carioca, com quadros, fotografias, espaços interativos, espaços onde toquem marchinhas e contem um pouco sobre a história de suas composições, etc. Seria excelente um Museu do Carnaval ali do lado do Sambódromo, um museu com arquitetura própria, iria atrair mais turistas e ajudar na revitalização do local que atualmente é degradada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui