A Saraiva do BarraShopping, ou melhor, do NewYorkCityCenter, vai ter que deixar o local em 15 dias. É o que diz a sentença do juiz Marco de Souza, da 4ª Vara Cível do Rio de Janeiro, deferiu a ação de despejo da filial da Saraiva, rescindiu o contrato de locação e deu 15 dias para que o espaço seja desocupado.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

De acordo com Lauro Jardim/O Globo, a livraria tinha R$ 605 mil de aluguéis atrasados — o débito é de 2018. A Saraiva hoje se encontra em recuperação judicial, mas a dívida é anterior ao deferimento da recuperação pela justiça.

Maior rede de livrarias do Brasil, a empresa passa por vários problemas. Hoje assumiu seu novo presidente, Luiz Mario Bilenky, perdendo uma de suas principais lojas.

Com a perda da Saraiva, e a recente da FNAC, o complexo da Multiplan só contará com uma livraria, a Livraria da Travessa, que segue forte.

12 COMENTÁRIOS

  1. Muito triste como a imprensa em geral no Brasil trata a notícia, não sei se é incompetência, preguiça ou alarmismo desnecessário!A saraiva que já fechou as portas foi a do Village Mall por acordo entre as partes! Existe sim outra ação de despejo no New York, mas não existe o trânsito em julgado da decisão de sentença, os prazos estão ainda suspensos e cabem ainda “inúmeros” recursos inclusive passíveis de efeito suspensivo! Portanto não tratem como certo o duvidoso!

  2. É um prejuízo muito grande , acho importante que nos shoppings tenha livrarias eu adoro aqui em Fortaleza visitar a livraria Saraiva , só que os jovens não tem hábitos de ler só querem saber de internet e o prejuízo é grande , ler é importante e eles não estão fazendo isso e as livrarias vão ficando sem clientes. Que pena , jovens vocês precisam ler mais livro é cultura .

  3. Não quer pagaro aluguel e espera oq??? Despejo justo!!! Agora, se vai fazer falta vai… Isso vai!!! Sempre que vou ao shopping perdia um dinheiro na loja… Sempre um lançamento diferente e bem promovido!!! Triste pela perda, mas aceitando a decisão correta da justiça!!!

    • Concordo, mas não se esqueça da existência da internet que possibilita compras de livros e outros artigos de cunho cultural pelos sites nacionais e internacionais e isso inclui a própria Saraiva.

      • sim. Hoje a moda é livro digital. Tenho meu Kindle Amazon com assinatura mensal oque me permite não prejudicar o meio ambiente ( papel) e ainda otimiza o tempo : pode se baixar muitos livros e mesmo comprar livros técnicos…

  4. Se a dívida é anterior, esta sujeita ao juízo da recuperação judicial, ficou incoerente o texto com a questão.
    Escreva direito essa notícia, estude melhor o caso ou solicite a um advogado que o faça pra te ajudar.

    • Caro Hugo, realmente a imprensa parece adorar a desinformação! Realmente a situação da Saraiva é difícil, mas sequer ainda ocorreu o trânsito em julgado da Sentença, é bem provável que haja recurso! Quanto aos aluguéis anteriores à Recuperação eles espertamente não estão sendo cobrados aqui, o objeto é a rescisão do contrato por inadimplemento e o despejo. Existem em breves linhas, decisões do STJ permitindo ainda que os valores estejam sujeitos à novação do Plano de Recuperação homologado. Saudações

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui