Foto: Reprodução IPAN

Dr. Rawlson: Este ano o FDA americano aprovou uma nova medicação para o tratamento da depressão a Esketamine, e a mídia tem reportado esta como um grande avanço no tratamento da depressão, porque?

Dr. Higashi: Nunca antes uma medicação para tratamento da depressão demonstrou ter o efeito tão rápido e ser tão efetiva em termos de remissão dos pensamentos suicidas como ocorre com a Cetamina endovenosa, mais de 70% dos pacientes melhoram imediatamente após a aplicação. A Esketamine é uma forma de Cetamina em spray nasal que foi aprovada pela FDA americano para tratamento da depressão refratária, ou seja, aquela forma de depressão que não tem resposta com as medicações já existentes. A Esketamine até o momento não é aprovada no Brasil, ao contrário, o uso da Cetamina venosa sim é aprovado no Brasil mas principalmente como anestésico e tratamento da dor.

Dr. Rawlson: Como uma medicação anestésica pode ser eficiente para tratar a depressão?

Dr. Higashi: É importante compreendermos que o efeito da Cetamina na depressão não é pelo seu efeito anestésico e sim subanestésico. Nosso cérebro tem ao redor de 100 bilhões de neurônios e entre 100 a 1000 trilhões de sinapses, 85-90% destes neurônios são ditos como excitatórias e 10 a 15 % são neurônios inibitórios apesar desta diferença existe um equilíbrio entre eles, na depressão o sistema excitatório esta sobressaindo em relação ao inibitório, tornando o cérebro ansioso e confuso por uma disfunção executiva(cognitiva), como um computador que não consegue funcionar direito pelo excesso de estímulos, com várias janelas abertas, então você tem que reiniciar o computador para que ele volte a funcionar normal. Uma outra analogia seria como uma rodovia cheia de automóveis, os automóveis seriam os neurotransmissores e a rodovia seriam as sinapses e os receptores, quando a rodovia fica congestionada, é porque algum automóvel ficou parado no meio da estrada, seja por falta de combustível ou acidente, neste caso, toda a rodovia ficará congestionada e ninguém conseguirá com eficiência chegar no local desejado, por outro lado, quando o carro volta a funcionar e não obstrui mais a passagem, toda a rodovia volta funcionar normal e todos veículos, finalmente, conseguem fluir. Analogicamente a Cetamina reorganiza as vias neuronais (rodovia) otimizando a ação dos neurotransmissores (automóveis) pela melhora da sensibilidade dos receptores cerebrais e aumento das sinapses, formando assim, vias alternativas para ação dos neurotransmissores. Este efeito de reequilíbrio dos sistema neurológico cerebral se da por duas ações principais da Cetamina, a primeira pela sua ação como antagonista dos receptores NMDA e a segunda pela sua ação na indução da produção do BDNF (Brain-derived neurotrophic factor) que estimula novos receptores e sinapses cerebrais, formando novas vias neuronais.

1 COMENTÁRIO

  1. Porque esse Brasil, não aprova a cetamina, alguém me explique o porque, sera que vcs deputados ou sei lá quem querem ver tantos suicídios, era bom que fossem com alguem de suas familias

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui