Foto: Reprodução Internet

Com o objetivo de contribuir para o fortalecimento dos negócios de impacto fluminenses, o Sebrae Rio lança um edital para seleção de 45 pequenos negócios (sendo MEI, microempresa ou empresa de pequeno porte) que serão acelerados pela metodologia Impacta. Durante seis meses, por meio de mentorias individuais, consultorias temáticas, workshops coletivos e encontros de rede e compartilhamento, os participantes do Programa receberão apoio especializado para estruturar seu modelo de negócio, melhorar suas vendas e faturamento, além de construir os indicadores de impacto do negócio. As inscrições vão até o dia 30 de abril e podem ser realizadas pela internet

Ao todo são 54 horas de treinamento para cada empresa, que incluirá mentoria individual; consultoria com especialistas nas temáticas de finanças, processos, marketing digital e vendas; workshops coletivos sobre os temas impacto, ODS, sustentabilidade, indicadores de impacto, colaboração, soft skill, ambiente competitivo, marketing digital, funil de vendas, business intelligence, apresentação estratégica e pitch, além de encontros com mentores de mercado convidados para troca de experiências nas temáticas de validação de negócios, impacto e tecnologia. Todas as atividades serão online.

As vagas para esta edição são, prioritariamente, para empresas localizadas na cidade do Rio de Janeiro e nos municípios de Duque de Caxias, Guapimirim, Magé e São João de Meriti, além das regiões Serrana e Centro Sul. Entretanto, se todas as vagas não forem preenchidas, empresas de outros territórios poderão se inscrever. O Programa IMPACTA é subsidiado com recursos do Sebrae Rio (89%) e o investimento realizado pelas empresas selecionadas será de R$ 425, podendo ser parcelado em 12 vezes, sem juros.

O Programa Impacta está em sua quinta edição. Este ano, ele foi reformulado para atender ao momento que estamos vivendo e seu foco é ainda maior em potencializar os impactos dos negócios. Acreditamos que o apoio estruturado e continuado, com mentores especialistas no tema durante todo o programa, é a chave para os participantes potencializarem seus resultados de transformação e chegarem a um número maior de pessoas”, ressalta Juliana Oliveira, analista do Sebrae Rio.

O Impacta já acelerou mais de 100 negócios, que alcançaram um resultado de 70% de melhoria do nível de maturidade de sua gestão. Estão entre as empresas que já participaram do programa a Toti, plataforma de ensino que forma refugiados e imigrantes para o mercado de TI; a Joya da terra, calçados veganos feitos a partir da reutilização da fibra de coco; a Ray Pay, aplicativo de pagamento de compras de cartão para pessoas com deficiência visual, a RosaP Cadeia de Produção, rede de produção e intermediação do setor têxtil com foco em terceirização justa de produção e melhoria de condições de trabalho para produtores; a Whywaste, plataforma para controle de prazos de validade dos alimentos, com foco em redução do desperdício de alimentos.

A aceleração nos ajudou bastante a enquadrar a Whywaste como startup de impacto e reforçar o propósito social a nossa cultura. As mentorias do programa foram responsáveis por mudança significativa no nosso posicionamento como empresa, que hoje, dada a importância aos assuntos e práticas ESG, vem se mostrando um diferencial”, ressalta o empresário Ricardo Salazar.

De acordo com o relatório “Investimento de Impacto na América Latina”, realizado pela Aspen Network of Development Entrepreneurs (Ande), os investimentos de impacto no Brasil mais que dobraram no último período (de US$ 343 milhões para US$ 785 milhões). E o volume de transações no país saltou de 69, nos anos de 2016 e 2017, para 107 no último biênio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui