Para estimular a vacinação contra a febre aftosa, a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento apoiou, por meio da Superintendência de Defesa Agropecuária, um evento on-line voltado aos pecuaristas. O 5º Fórum Estadual da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca (Faerj) teve como tema ‘Os desafios e as vantagens da retirada da vacinação de aftosa’ e também contou com parceira do Ministério da Agricultura e de integrantes do Programa Nacional de Vigilância contra a Febre Aftosa no Rio de Janeiro (PNEFA-RJ), realizaram o 5º Fórum Estadual com o tema: Os desafios e as vantagens da retirada da vacinação de aftosa.

Durante o fórum, os pecuaristas tiveram a oportunidade dialogar e trocar conhecimentos sobre a vacinação. Palestrantes e técnicos da área esclareceram dúvidas e destacaram a importância da imunização para todos os elos da cadeia produtiva.

Esse evento traz aos produtores rurais um amplo conhecimento e novas oportunidades de debate sobre a febre aftosa. Com o aumento do índice vacinal nas últimas campanhas, estamos avançando com o cumprimento das metas do plano estratégico. Esse é um dos fatores exigidos para alcançar o status de área livre de febre aftosa sem vacinação – destaca o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz (PP).

Para o superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes, o estado precisa dessa interação com os produtores para fortalecer o sistema de vigilância para a doença.

É um programa de responsabilidades compartilhadas. Todos os envolvidos têm obrigações durante as etapas que compõem o plano estratégico, cujas ações estão previstas até 2026 – ressaltou Moraes.

O evento está disponível virtualmente e pode ser assistido pelos interessados. É só acessar a plataforma do Senar Rio, clicar no item Plataforma EAD e realizar o cadastro. Acesse o site www.senar-rio.com.br e saiba mais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui