A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras realizou, nesta quinta-feira (19/08), a primeira licitação online de sua história. A transmissão foi feita na página oficial do Facebook da Pasta. A licitação foi para obras de acesso e infraestrutura necessária para a entrega de unidades habitacionais no condomínio Granja Disco, em Areal.

Este é um novo momento que estamos vivendo na Seinfra, trazendo o máximo de transparência possível. E a licitação é um setor que precisa disso. Como seria bom se todos os demais setores públicos pudessem atuar como este modelo, com todos os certames sendo feitos na maior transparência possível”, destacou Liandro Marinho Rodrigues, presidente da Comissão de Licitação da Secretaria de Infraestrutura e Obras.

No total, 8 empresas apresentaram os envelopes de habilitação e propostas de preços: RL 2 Engenharia Ltda; Cone Engenharia e Construções Civil Ltda; Construtora Medeiros Carvalho de Almeida Eireli; Faro Construções, Locações e Consultoria Ltda; Hydra Engenharia e Saneamento Ltda; SEEL – Serviços Especiais de Engenharia Ltda; ASM Construções Ltda e Erwil Construções Ltda. “Antes de se apresentarem nesta licitação, todas estas empresas foram pesquisadas e atenderam os requisitos para participação”, completou Liandro.

Após recebimento dos envelopes, a documentação de habilitação segue para análise do suporte técnico. Após o resultado, as empresas habilitadas serão chamadas para nova etapa. Os envelopes de propostas de preços só serão abertos das empresas habilitadas. Toda a documentação está disponibilizada no Sistema Eletrônico de Informações (SEI-RJ).

Com investimento de R $6,6 milhões, as obras de Granja Disco incluem contenções de encosta, infraestrutura de acesso viário, estação de tratamento de esgoto e reservatório de água. “A realização dessa obra é uma determinação do governador Cláudio Castro e visa resgatar uma dívida antiga do estado com famílias que perderam tudo na maior tragédia climática do país e ainda aguardam a conquista de um novo lar. Transparência não é favor, é obrigação. Já estamos programando para setembro as próximas transmissões ao vivo de licitações”, concluiu o secretário de Estado de Infraestrutura e Obras, Max Lemos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui