Foto: Divulgação - Guarda Municipal

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e a Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) deram início nesta quinta-feira, dia 26, a uma operação de reforço nas ações de patrulhamento preventivo e de fiscalização das posturas municipais na orla do Rio de Janeiro. No primeiro dia de atuação, foram feitas 42 abordagens resultando na condução de 11 pessoas para delegacias da região; duas delas ficaram detidas após flagrante de posse de drogas. Além disso, equipes do Grupamento de Guardas Motociclistas (GGM) atuaram com a Polícia Militar para conter um tumulto em um ponto de ônibus na Avenida Prado Júnior.

“O patrulhamento e monitoramento da orla serão reforçados, com ações integradas entre a SEOP, a Guarda Municipal e as Polícias Militar e Civil. Essa integração já está sendo feita e é fundamental para o sucesso das ações de segurança nas praias e suas imediações”, afirmou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

As diretrizes da operação foram elaboradas após reunião realizada na quarta-feira, dia 25, na Subsecretaria de Comando e Controle da Polícia Militar do Rio de Janeiro. A atuação será feita de forma conjunta na busca pelo melhor resultado.

O objetivo é iniciar a ocupação das praias ainda no inverno, que já está se encerrando com altas temperaturas. O trabalho será integrado com as forças de segurança, como as Polícias Militar e Civil, para promover maior sensação de segurança aos banhistas e demais cidadãos.

“A praia é um ambiente social para todos e precisa ser tranquila para que as pessoas possam curtir seu lazer. Passamos um período muito grande de restrições por causa da pandemia, de afastamento e isolamento. Com esse sol saindo, as pessoas começaram a retomar as praias muito rápido e nós estamos preparados para dar todo o suporte aos cidadãos”, destaca o comandante da GM-Rio, inspetor geral José Ricardo Soares.

Estrutura e efetivo

Cerca de 150 guardas municipais vão atuar na areia, calçadão e vias de acesso às praias que vão do Leme, na Zona Sul, até o Pontal, na Zona Oeste da cidade. As ações terão apoio de 24 viaturas, 10 motocicletas e cinco tendas operacionais instaladas em pontos estratégicos na areia.

Além disso, a Subsecretaria de Operações da SEOP realizará ações de fiscalização para combater desordens na orla, como a ocupação indevida do  espaço público por ambulantes sem autorização. Equipes do Programa Rio + Seguro, formada por guardas municipais e policiais militares, também vão realizar rondas nas praias de Copacabana e do Leme.

O trabalho das equipes nas ruas vai contar com apoio do Núcleo de Videopatrulhamento da Guarda Municipal, que monitora 80 câmeras redirecionadas para reproduzir imagens do calçadão e da faixa de areia. Os flagrantes de crimes são enviados pelo celular para os guardas identificarem e abordarem os suspeitos. O material em vídeo também é cedido à Polícia Civil, para auxiliar no registro de ocorrências nas delegacias.

O efetivo empregado pela GM-Rio será de guardas dos grupamentos Marítimo Municipal (GMM), de Operações Especiais (GOE), Tático Móvel (GTM), de Guardas Motociclistas (GGM), Especiais de Trânsito (GETs), de Cães de Guarda (GCG) e de Defesa Ambiental (GDA), que atuarão principalmente nos locais de saída das praias, como pontos de ônibus e vias estratégicas.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui