Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio - Foto: Reprodução

Após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, dizer que as primeiras doses de vacinas contra a Covid-19 serão enviadas aos estados brasileiros a partir desta segunda-feira (18/01), fica a expectativa de quando a imunização terá início no Rio de Janeiro.

De acordo com o secretário de Saúde da capital fluminense, Daniel Soranz, o município, assim que receber as vacinas, está apto a distribuí-las aos 450 pontos de imunização, como Clínicas da Família e Centros Municipais de Saúde, em até 36 horas. Ainda segundo ele, a tendência é que a vacinação seja iniciada – respeitando os grupos prioritários – na quarta-feira (20/01), feriado de São Sebastião e data simbólica para a cidade, ou no sábado (23/01), dia tradicional de começo de campanhas.

”Esperamos receber essas vacinas o quanto antes. Nada justifica ter as doses em território nacional, e a gente não começar a vacinar. A gente sabe que essas não são doses suficientes para toda a primeira etapa [de grupos prioritários]. Mas é importante que as vacinas não fiquem paradas, porque cada dia significa mais pessoas infectadas. É importante que vá se consumindo todas as vacinas que tenhamos gradativamente enquanto o Butantan e a Fiocruz aceleram a sua produção”, disse o secretário.

Neste domingo (17/01), vale lembrar, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a utilização emergencial das vacinas da Universidade de Oxford e CoronaVac no Brasil. A notícia gerou comoção nacional.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui