Como já havia antecipado o DIÁRIO DO RIO em agosto, o Rio de Janeiro não terá um de seus maiores eventos, esperado ansiosamente por quem ama memes, o Anivesário Guanabara. Comemorado há 26 anos, a partir de 18 de outubro, por conta dos preços baixos oferecidos e dos vídeos com confusões e mercados lotados, a data já está entre as que fazem parte do calendário popular do Rio de Janeiro.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

E o motivo, é exatamente a pandemia do COVID-19, e para evitar aglomerações, a empresa decidiu por este ano suspender as mega promoções. De acordo com a empresa, “usou como premissa a responsabilidade com a segurança dos funcionários e clientes”. Para se ter ideia, nos dois primeiros dias de evento, em 2019, circularam nas lojas do Guanabara cerca de 1,6 milhão de pessoas — o equivalente a 20 maracanãs lotados.

Sábia decisão do supermercado, que semana passada recebeu uma visita do PROCON-RJ em várias de suas lojas, onde foram descartados mais de 100 quilos de carne.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui