Logo mais, às 22h de hoje, 2/10, tem o debate da Rede Globo entre os candidatos a governador do Rio de Janeiro em 2018, o último e o mais importante das eleições. E esse ano vem com um “Q” a mais, o candidato que já figurava em 2º lugar nas pesquisas, Anthony Garotinho (PRP), teve sua candidatura indeferida na semana passada pelo TSE, baseado na Lei da Ficha Limpa, e está fora do processo eleitoral.

E, sem Garotinho, muda toda a estratégia dos candidatos, Eduardo Paes (DEM), por exemplo, era o alvo preferido dos participantes dos debates, que além de Paes, terá Indio da Costa (PSD), Marcia Tiburi (PT), Pedro Fernandes (PDT), Romário (Podemos), Tarcísio Motta (PSOL) e Wilson Witzel (PSC). Só que sem Garotinho, e com Paes isolado em primeiro, vai ser necessário mudar a estratégia e tentar roubar o 2º lugar de Romário que vinha em queda nas últimas pesquisas. Veja o comparativo das pesquisas:

Ibope (20/8)Datafolha (22/8)Datafolha (6/9)Ibope
(10/9)
Ibope
(19/9)
Datafolha (20/9)Ibope
(25/9)
Datafolha
(28/9)
Eduardo Paes12%18%24%23%24%22%24%25%
Romário14%16%14%20%18%14%16%14%
Indio da Costa3%5%5%4%4%6%6%8%
Tarcísio Mota5%5%7%5%4%7%4%6%
Wilson Witzel1%1%1%1%2%4%4%4%
Marcia Tiburi2%2%2%2%2%3%3%3%
Pedro Fernandes2%3%3%2%2%2%2%2%
Marcelo Trindade1%2%1%1%1%1%2%1%
André Monteiro1%1%1%1%1%1%1%1%
Dayse Oliveira1%1%1%1%1%1%1%0%
Luiz Eugênio1%1%1%0%1%0%0%1%

Indio, por exemplo, precisa tentar desidratar Romário e Witzel para conseguir se viabilizar. Enquanto Witzel, que surpreende nestas eleições, pode tentar tirar votos de Romário e Indio. E ambos os candidatos, devem tentar colar sua imagem na segurança e no nome de Jair Bolsonaro (PSL), que aqui no Rio está na frente nos votos.

Eduardo, enquanto isso, vai tentar se desviar das porradas que certamente levará, especialmente de Tarcisio Motta que pode conclamar a esquerda do Rio a votar nele, especialmente com o péssimo resultado de Fernandes e Tiburi, que não vão ter muito o que falar hoje. Bem, Tiburi deve chamar a Globo de golpista e é sempre divertido.

E, finalmente, debate é para isso mesmo, não é para discussão de propostas, nunca foi. Hoje em dia há sites, quizes e várias outras formas de saber o que o candidato pensa sobre determinada área, o debate é para pressionar, colar na parede e ver quem realmente são.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui