Imagem meramente ilustrativa - Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

Um projeto de lei do vereador Marcelo Diniz (Solidariedade) deseja conceder aos servidores municipais do Rio de Janeiro 1 dia de folga remunerada em caso de adoção de cães ou gatos em abrigos da cidade.

Vale ressaltar que, caso o PL seja aprovado, todos os abrigos, sejam públicos ou privados, deverão estar cadastrados na Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (SMPDA).

Outro detalhe importante é que, para comprovar o apadrinhamento, as casas de adoção emitirão certificado em nome dos adotantes, especificando as condições, nome do novo dono do animalzinho e data da acolhida. A partir disso, os servidores deverão apresentar os certificados de adoção em até 3 dias após a sua emissão, para poder ter a folga remunerada devidamente registrada e concedida.

”Atualmente, os diversos abrigos do Rio estão superlotados, colocando os animais em sofrimento, na maioria das vezes. Ao aprovar este PL, o servidor municipal passa a dar exemplo de bons tratos aos animais para toda a população e, com a aplicação das folgas remuneradas, o serviço público fica mais humanizado”, disse Marcelo Diniz em trecho de sua justificativa.

A medida, número 35/2021, ainda será debatida pela Câmara da capital fluminense. Caso seja aprovada pelos vereadores, irá para sanção ou veto do prefeito Eduardo Paes (PSD).

4 COMENTÁRIOS

  1. Tem que rir pra não chorar dos comentários dos neoliberais ridículos. Cambada de gente estúpida e de mente fechada; não conseguem enxergar um palmo na frente. Os abrigos públicos têm gastos para cuidar dos cães e gatos que lá permanecem após serem apreendidos nas ruas. Eh questão de saúde pública não deixar esses bichos abandonados pelas vias. Se servidores adotam esses animais, eh uma grande economia pros cofres públicos. Nota zero pros neoliberaloides.

  2. Era só o que faltava… erário já todo endividado pelas administrações Paes-Crivella e o vereador aí querendo piorar a situação pagando funcionário público para adotar animais. Porquê a coletividade tem que bancar a decisão privada do servidor? Servidores públicos já são muito privilegiados! Na pandemia não perderam 1 tostão enquanto o povão aí sofreu. Pare de inventar leis custosas. Faça o contrário: proponha revogação de leis idiotas!

    • Faz a conta aí, neoliberalzinho: os gastos de animal no abrigo público X um dia de trabalho de servidor . Se não conseguir chegar ao resultado, eu peço pra uma criança de dez anos te ajudar.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui