Cabine da PM, foto G1 Ainda não vi estas novas cabines e nem ia falar nada sobre ela, mas vi tanto blog postando as impressões do Prefeito Cesar Maia sobre as estas cabines da PM que achei que seria injusto deixar os leitores do Diário do Rio sem ler o texto do alcaide carioca. Foi publicado no ex-blog de hoje, para este blogueiro até agora posso dizer uma coisa, a cabine é feia demais!

AS CABINES DA POLÍCIA MILITAR!

1. No domingo a PM-RJ inaugurou em frente a Praia de Copacabana mais um modelo de Cabine para abrigar os policiais. Inclui refrigeração, frigobar…e é totalmente blindada resistindo a tiros de fuzil. Nos últimos 15 anos é a quarta ou quinta vez que se introduz um equipamento desse tipo. Nunca deu certo. Aliás, não há grande cidade no mundo -seja neste ou naquele continente- em Paris ou NY, México ou Bogotá, Londres ou Santiago…que se use esse tipo de equipamento.

2. A razão é simples. Lugar de PM é na rua patrulhando. A cabine imobiliza o PM, exige apoio que imobiliza um veículo, torna o PM alvo fixo.  Reduz o tempo de sua jornada disponível para a ostensividade. Cria uma sensação tola na percepção das pessoas, de que há policia ali. Se estão dentro da Cabine, naquele momento, não há polícia, contrariu sensu. Separa-o de seu entorno.

Cesar Maia  3. Há mais de 10 anos foram as pequenas cabines que os moradores compravam. Depois se verificou que isso distorcia a localização das mesmas, que privilegiavam os que tinham dinheiro para comprá-las. Depois vieram cabines maiores com seleção de local, e se repetiu a ineficácia. Moradores chegaram a comprar cabines para a Guarda Municipal. O atual prefeito, quando retornou em 2001 mandou retirar todas. Depois vieram os chamados ‘polígonos de segurança’, com coberturas, abertas e com viaturas e policiais. Os policiais viraram alvo.

4. Agora vem as cabines com novo design, blindadas a prova de fuzil e alugadas. Não se entende a razão da blindagem. Se o PM patrulhando não é um robô blindado, qual a razão para a Cabine o ser? Vai imobilizar o PM por muito tempo? Vai retirá-lo do patrulhamento a pé? Sinaliza que aquele local é alvo potencial de fuzilaria?

5. O tempo dirá se mais uma vez se comete o mesmo erro, se o objetivo é afetar a simples percepção… ou o que. Acompanhemos todos, sabendo que o déficit de patrulhamento nas ruas do Rio-Capital é de pelo menos 1.500 PMs-Jornada, ou seja, a cada momento.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui