Foto: Leo Ladeira

Em meio a todos os encantos da Ilha de Paquetá está o Solar Del Rei. Um casarão histórico, usado por D. João VI toda vez que ele visitava a região. Contudo, a construção, que já foi a mais deslumbrante da Ilha, está abandonada desde 2009. De acordo com denuncias, no local o mato cresce alto e esconde a casa. O portão está todo arrebentado.

Foto: Leo Ladeira

O Solar Del Rei chegou a ser, também, uma biblioteca pública (por um tempo, a única de Paquetá) e é tombado pelo IPHAN.

Em 2010, foi interditado para não desabar. Há 3 anos, 2017, surgiu a promessa de transformar o imóvel em um centro cultural, mas o projeto ainda não avançou.

“É uma lástima ver um bem do patrimônio histórico brasileiro abandonado à própria sorte por mais de uma década. O Solar poderia abrigar um centro cultural, um espaço de memória da Ilha de Paquetá, um núcleo de turismo cultural com oficinas para os próprios moradores. Falta vontade política! Espero que o próximo prefeito do Rio olhe com mais carinho para Paquetá e seu rico patrimônio”, disse Leo Ladeira, que é jornalista e pesquisador.

3 COMENTÁRIOS

  1. Fui a Paquetá há exatamente, um mês…e passei no local. Mal dá pra ver a construção, muito mato, heras por todos os lados. A rua uma simpatia, só o solar abandonado. Triste.

  2. Se grupos de famílias sem-teto ocupam, depois vem esse mesmo Diário nominá-los invasores… já vi isso na matéria sobre o imóvel de Santa Teresa outro dia.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui